domingo, 17 de julho de 2016

Heraldicamente falando de de Jure e de de facto

De jure, ou de iure, é uma expressão latina que significa literalmente por ou de "direito", ou "na teoria", ou seja, legalmente reconhecida por muitos, contudo não exerce a função determinada.
Exemplo:  Henrique Filipe Pedro Maria de Orleans, Conde de jure de Paris, Duque de jure de França, é um reclamante ao trono francês.
De facto é uma expressão latina que significa "na prática", tendo como expressão antónima a de jure, ou seja, que exerce a função determinada.
Exemplo: Dom Felipe Juan Pablo Alfonso de Todos los Santos de Borbón y Grecia é o Rey de España, Rey de Castilla, de León, de Aragón, de las Dos Sicilias,nota 3 de Jerusalén, de Navarra, de Granada, de Toledo, de Valencia, de Galicia, de Mallorca, de Sevilla, de Cerdeña, de Córdoba, de Córcega, de Murcia, de Jaén, de los Algarves, de Algeciras, de Gibraltar, de las Islas Canarias, de las Indias Orientales y Occidentales, y de las Islas y Tierra Firme del Mar Océano.

Os Príncipes da Casa Imperial Brasileira, com exceção de Dom Pedro Gastão e seus filhos (vide abaixo), são Príncipes de jure.