segunda-feira, 8 de junho de 2015

Maison Bernadotte de Karl XIV Johan até Oscar II


Armas da 
Maison Bernadotte




A família Real de Bernadotte
Da esquerda para direita
Príncipe Oscar (II), a Rainha Desideria (nascida Désirée Clary) , Princesa Josephine, Príncipe Augusto, Princesa Eugenie, o Príncipe Herdeiro Oscar (I), o Príncipe Carl (XV), o Rei Karl XIV Johan, Príncipe Gustav & busto de Karll XIII, o pai adotivo.
Fredric Westin
Pintor sueco.
31 de dezembro de 1836

Maison Bernadotte -  Casa de Bernadotte entre 1818 e 1905, foi a Dinastia Real do Reino da Noruega, e ainda hoje reina na Suécia.
Foi fundada por Jean-Baptiste Bernadotte, que nasceu em Pau, França, filho de Jean Henri Bernadotte, promotor em Pau, e de sua esposa Jeanne de Saint- Vincent, sobrinha do Abade Laico de Sireix.
O nome de família era originalmente du Poey (ou de Pouey), mas foi mudado para Bernadotte - sobrenome de um ancestral - no início do século 17, portanto uma família burguesa.
Bernadotte foi:
1-      Engajado, com 17 anos, no Régiment Royal-La Marine, sediado em Grenoble, e quando a Revolução Francesa eclodiu em 1789, era sargento;
2-      Promovida a Tenente nos Exércitos do Reno;
3-      Graças a Jean-Baptiste Kléber, depois da Bataille de Fleurus, em 8 de Messidor Ano II (26 de junho de 1794) entre a França Revolucionário e os Aliados (Reino Unido, Áustria, Hannover) com vitória francesa, é promovido a General-de-brigada;
4-      Comandante da 71 ª meia-brigada acantonada em Premont ( Aisne , região da Picardia), em 17 de abril de 1794;
5-      Em 1797 comanda um exército de 20.000 homens em direção a Itália para reforçar as posições do general Napoleão Bonaparte, que la já estava, e com quem tem uma relação turbulenta, misto de admiração e repulsa:
6-      Enviado como embaixador a Viena em 1798, mas nesse cargo só ficou dois meses;
7-      Em 17 de agosto de 1798, em Sceaux, casa-se com Bernardine Eugénie Désirée Clary, ou Désirée Clary, a primeira noiva de Napoelão, e se torna cunhado de José Bonaparte.  Napoleão fica furioso.Eles tiveram um filho, Oscar, nascido em 4 de julho de 1799, que se tornou Rei da Suécia com o nome de Oscar I;
8-      Em 1799, recebeu o comando do exército de observação do Reno;
9-      Nomeado Ministro da Guerra de 3 de julho de 1799, ficando no cargo até 14 de setembro de 1799;
10-   Recusa a participar do golpe de Estado de 18 de Brumário;
11-    Nomeado, porém, para o Conselho de Estado, recebendo o comando do Exército Ocidental, com Quartel-general em Rennes;
12-   Em 1804, é nomeado governador de Hanover;
13-   Em 19 de maio de 1804 recebe o Bastão de Marechal do Império, com nome gravado no Arco do Triunfo (3 ª coluna;
14-   Em 1805, ele lutou em Austerlitz;
15-    Em 5 de junho de 1806, e elevado a condição de “prince et duc de Ponte-Corvo “, Príncipe e Duque de Pontecorvo e Príncipe do Império, com o Tratamento de ‘primo’ (Notre cousin le maréchal Bernadotte) do Imperador Napoleão. Refere-se à cidade italiana de Pontecorvo, localizada na província de Frosinone, na Lazio, Napoleão, também, era Rei da Itália;
16-   Durante a « Grande poursuite », A Grande Perseguição imposta pelo Imperador, ele demostra grande consideração com os prisioneiros suecos, e esse não vão esquecer do tratamento que receberam de um Marechal do Império napoleônico;
17-   Em 5 de junho 1807 foi ferido por uma bala que atingiu no pescoço em Spedy, uma aldeia polaca;
18-   Recuperado é nomeado Governador das Cidades Hanseáticas tendo capital em Hamburgo;
19-     Na Bataille de Wagram, vitória de Napoleão em   5 para 6 de julho de 1809, o exército sob seu comando é dizimado, e ele tem o comado retirado e é ordenada sua volta imediata para Paris;
20-   Em 1810, enquanto ele estava em Paris, em desterro, o partido pró-francês da Suécia o convenceu de se apresentar a eleição do novo Príncipe Herdeiro. Esses suecos tinham a ideia de recuperar a Finlândia perdida para o Imperador da Rússia, em 1809, com o apoio de Napoleão;
21-   Eleito para surpresa de todos, inclusive de Napoleão, por uma Assembleia bem longe de Estocolmo, em Örebro, uma cidade sueca localizada no Lago Hjälmaren;
22-   Napoleão espera manter um forte aliado no norte da Europa, e recebe com grande alegria os emissários suecos, e como tem o complexo de fazedor de Reis e Príncipes, até então condição avocada pelo Papa de Roma, dá o seu consentimento para que ele se mude para a Suécia desejando que ele exercesse bem as suas novas funções. Puro engodo, eles se odiavam:
23-    Chegou em Helsingborg 20 de outubro de 1810;
24-   Em 31 de outubro é apresentado em Sessão Solene aos Estados Gerais;
25-   Em 05 de novembro 1810, é aprovado pelo Rei Charles XIII, e adota o nome de Karl Johan;
26-   Se torna Príncipe herdeiro da Suécia em 5 de novembro de 1810 até-4 de novembro de 1814;
27-   Em 1811, devido à senilidade de seu pai adotivo, ele já dirige os assuntos do reino da Suécia;
28-   Concorda com políticas do Imperador dos Franceses e adere ao Bloqueio Continental;
29-   Tenta recuperar a Dinamarca e a Noruega para a Coroa Sueca, mas Napoleão não o apoia, rompe com ele depois que o Imperador dos Franceses invade a Pomerânia Sueca;
30-   Renuncia a Finlândia, mas se aproxima do Czar Alexandre de Todas as Rússias;
31-   “Participou em 1813 na coalizão contra a França, e assumiu o comando do exército aliado do norte da Alemanha. Ele derrotou Nicolas Charles Marie Oudinot, Duque de Reggio e Marechal do Império,  em Gross-Beeren (23 de Agosto de 1813), Michel Ney, o mais bravo dos bravos, , Duque de Elchingen , Príncipe da Moskowa , Marechal do Império, em Dennevitz (6 de Setembro de 1813) E tomou parte na Batalha de Leipzig, chamada de Batalha das Nações , ( 16 -19 de Outubro de 1813), Vitória dos Aliados, aposentadoria de Napoleão como governante da França, e sua retirada para o pequeno Reino da ilha de Elba, conservando o Título de Imperador Napoleão”;
32-   Pelo Tratado de Kiel de 14 de janeiro 1814, a Noruega foi cedida à Suécia;
33-   Príncipe Herdeiro da Suécia e da Noruega de 4 de novembro de 1814 - 5 de fevereiro de 1818, 3 anos, 3 meses e 1 dia;
34-   Em 1815, após o retorno de Napoleão para os Cem Dias, a Suécia não teve que lutar. Ela agora está engaja em uma neutralidade pretendida pelo Príncipe Herdeiro;



Coroação de Bernadotte, como Rei da Suécia e da Noruega
Jacob Munch, militar e pintor
Foi aluno de Jacques-Louis David em Paris
  
35-   Em 5 de Fevereiro de 1818, tornou-se Rei dos Reinos unidos da Suécia e da Noruega sob o nome de Karl XIV Johan (Carlos XIV João da Suécia). Ele prosperou seus estados, desenvolveu a educação pública, a agricultura, a indústria e o comércio.

 “Ele tinha como lema: "Deixe o amor do povo é a minha recompensa." 
Ele era maçom.
“Ele morreu no dia 8 de março de 1844 e foi enterrado na cripta da Igreja de Riddarholmen, no qual repousam os Reis suecos”.
“Seu filho Oscar o sucedeu”.
Desde então, a Dinastia Bernadotte reina sobre a Suécia, o atual Rei Carl XVI Gustaf é o sétimo herdeiro de Karl XIV Johan (Carlos XIV João da Suécia).
Um de seus sucessores, o conde Folke Bernadotte, foi o primeiro funcionário da ONU mortos em Israel, em 1948.
Faz parte dos Troncos de várias Famílias Reais, incluindo o Luxemburgo, a Bélgica e os Países Baixos.



Rei Carlos XIV João da Suécia
Por Fredric Westin
31 de dezembro de 1837


Mais, vamos voltar a seu último descendente que foi Rei da Noruega, Oscar II, de 18 de setembro de 1872 até 7 de junho de 1905, ou seja, por 32 anos, 8 meses e 20 dias, tendo sido coroado em 18 de julho de 1873, na Catedral de Nidaros em Trondheim.


Oscar II em seu traje coroação com as Regalias
na frente do Trono de prata da Rainha Christina .


Oscar II era ilho do Rei Oscar I da Suécia, e de Joséphine Maximilienne Eugénie Napoléone de Beauharnais, Princesa de Leuchtenberg, neta da Imperatriz Josephine, primeira esposa de Napoleão I, e irmã de Dona Amélia, segunda esposa de Dom Pedro I, ambas filhas do Príncipe Eugenio de Beauharnais, filho adotivo do Imperador dos Franceses.
Unionsupplösningen - Dissolução da união:
Várias crises aconteceram durante essa Monarquia Dual, e a Noruega acabou se separando da Suécia em 7 de junho de 1905 e aceita pela Suécia em 26 de outubro do mesmo ano.
Karlstadskonferensen - A conferência de Karlstad:
Uma série de negociações realizadas em Karlstad, entre Suécia e Noruega, de 31 de agosto até 23 de setembro de 1905 após a dissolução da União.
Uma negociação duríssima de ambas as partes.
A Suécia reconheceu a independência da Noruega e as condições foram regulamentados como o direito das renas de pastar na Noruega, a regulação da exploração dos rios comuns, das fortificações de fronteira, etc., e para finalizar ficou estipulado que as futuras disputas seriam resolvidas pelo Tribunal Internacional de Haia.
Chamo atenção para:
“ Oscar II foi destronado em 7 de junho de 1905 pelo Parlamento norueguês, mas para manter as honras foi a ele concedido de renunciar ao Trono da Noruega, em ato assinado no dia 26 de outubro.  Isso fez com que ele não permitisse a qualquer Príncipe de sua Casa Dinástica, como Chefe inconteste dela, de se tornar Rei da Noruega. Entretanto as melhorias das relações entre os dois países foram restauradas antes de sua morte, que ocorreu em Estocolmo em 8 de dezembro de 1907”.


Quatro gerações Bernadotte na Suécia:
 Oscar II, Gustaf V, Gustaf VI Adolf e Gustav Adolf, no colo.

Oscar II era casado com Sophia de Nassau. Seus filhos foram:
1. Rei Gustaf V (1858-1950)
2. Príncipe Oscar, Duque de Gotland, mais tarde Conde Oscar Bernadotte af Wisborg (1859-1953)
3. Príncipe Carl, Duque de Västergötland (1861-1951)
4. Príncipe Eugen, Duque de Närke (1865-1947)
Oscar teve vários filhos extraconjugais, entre eles:
5. Anna Hofman-Uddgren
Oscar II (ao contrário de seu pai) não reconheceu oficialmente os seus filhos ilegítimos de seu. Ele teve dois filhos com a atriz Marie Friberg.
Era um garanhão essa Rei bonachão.
Ele reinou sobre a Suécia de 18 de setembro de 1872 até 8 de dezembro de 1907, sendo Coroado em 12 de maio de 1873.
Como desconfiamos, o Rei morreu no dia 8 de dezembro de 1907 em Estocolmo. Seus restos mortais, como os da maioria dos Reis suecos, estão enterrados na Igreja de Riddarholmen

Seu filho mais velho, Oscar Gustaf Adolf, sucedeu-o como Rei Gustaf V da Suécia.





O Rei Oscar e Rainha Sofia com toda a sua família real posando no Natal de 1900.
Atrás do rei ocupa dois futuros monarcas suecos, o neto Gustaf (VI) Adolf e seu filho Gustaf (V).
From left: Prince Oscar and Princess Ebba Bernadotte, Princess Ingeborg with daughter Margaretha, Prince Carl, Princess Teresia, Queen Sofia, Princes Wilhelm and Gustaf (VI) Adolf, (king), Crown Prince Gustaf (V), Crown Princess Viktoria, Princes Erik and Eugen



Seu sobrinho-neto, o Príncipe Carl da Dinamarca, segundo filho do Rei Frederik VIII da Dinamarca e de sua esposa Louise, nascida Princesa da Suécia, portanto um neto de seu irmão mais velho falecido, Rei da Suécia como Carlos XV e Rei da Noruega como Carlos IV, foi quem subiu ao trono norueguês em 1905 com o nome de Haakon VII.

Enfim todos parentes, Tutti buona gente...