quinta-feira, 7 de maio de 2015

184 – Eduardo VIII, o pateta, o pior dos piores Reis da Inglaterra.

184 – Eduardo VIII, o pateta, o pior dos piores Reis da Inglaterra.

Eduardo ou Edward em 1910

Sir Alan Frederick "Tommy" Lascelles, GCB, GCVO, CMG, MC, que foi o secretário particular assistente do Rei George V e de Eduardo, o pateta, sobre esse último disse:
“Pour une raison physiologique ou héréditaire son développement mental arrêté quand il a atteint l'adolescence."
T.L.: "Por alguma razão hereditária ou fisiológica seu desenvolvimento mental parou quando chegou à adolescência”.
O Rei George V, seu pai, foi mais longe:
“After I am dead, the boy will ruin himself in 12 months
T.L.: “Depois que eu estiver morto, o rapaz vai arruinar-se em 12 meses”.
Não deu outra, foi Soberano de um Império onde o Sol nunca se punha por 10 meses e 21 dias, de 20 de janeiro até 11 de dezembro de 1936.
É desse homem que iremos tratar nessa conversa.



O Pateta, Goofy
Eu conheci o Pateta, Goofy nos Estúdios de Walt Disney, quando ainda era criança, já que ele nasceu em 1932, e me identifiquei muito com ele.
Além do que em suas performances de 1950, o Pateta foi chamado George Geef, ou GG Geef, o que implica que "Pateta" era apenas um apelido.
Ora, o meu nome é Jorge, tradução portuguesa de George.
Entretanto, para mim será sempre o querido Pateta.

Dito isso, eu explico.

Tenho que pedir desculpas ao Pateta, pois vou usar seu nome, ou apelido, para qualificar um ser boboca, a ejaculação real mais desperdiçada de todos os tempos da História da Humanidade, que entrou para ela como Eduardo VIII, Rei da Inglaterra, ou o famoso socialite Duque de Windsor.
Nascido Edward Albert Christian George Andrew Patrick David, em White Lodge, Richmond Park, no dia 23 de junho de 1894, e falecido no dia 28 de maio de 1972, com 77 anos de idade, no número 4 Route du Champ d'Entraînement, Neuilly-sur-Seine, Paris, France.
Falo de Eduardo, o Pateta.


The House of Windsor is the royal house of the United Kingdom and the other Commonwealth realms.
Foi fundada pelo Rei George V por proclamação real em 17 de julho de 1917, quando ele mudou o nome da família real britânica do alemão Saxe-Coburgo-Gota (um ramo da Casa de Wettin) para o Inglês Windsor

A família de Victoria e Alberto
Em 1846 por Franz Xaver Winterhalter
Da esquerda para a direita: Príncipe Alfred e o Príncipe de Gales
A Rainha e o Príncipe Albert no centro
Princesas Alice, Helena e Victoria

Genealogia desse Príncipe que desonrou seu nascimento real.
Rainha Imperatriz Victoria & Alberto
I
I
Rei Imperador Eduardo VII & Alexandra da Dinamarca
I
I
Rei Imperador Jorge V & Mary de Teck
I
I
Rei Imperador Eduardo VIII, o Duque de Windsor
Rei Imperador Jorge VI
Maria, Princesa Real
Henrique, Duque de Gloucester
Jorge, Duque de Kent
João, diagnosticado com epilepsia e acreditava-se também que sofresse de algum tipo de deficiência intelectual, possivelmente autismo.




As crianças reais, em 1912:
Alberto (Jorge VI), João, Henrique, Maria, Eduardo VIII, e Jorge.


Edward Albert Christian George Andrew Patrick David foi Pela Graça de Deus, da Grã-Bretanha, Irlanda e das autoridades britânicas além dos mares Rei, Defensor da Fé, Imperador da Índia, entre 20 de janeiro e 11 de dezembro de 1936, sob o nome de Eduardo VIII.
Em inglês: By the Grace of God, of Great Britain, Ireland and the British Dominions beyond the Seas King, Defender of the Faith, Emperor of India.
Todavia, nunca foi Sagrado nem tão pouco Coroado, pela Graça de Deus.
Edward was a goofy.
Eduardo era um pateta.

                                                                      Em Cannes

Filho de George V, King, Defender of the Faith, Emperor of India, e de Mary of Teck (Victoria Mary Augusta Louise Olga Pauline Claudine Agnes), filha Francis, Duque de Teck, ao nascer Count Francis von Hohenstein, membro da nobreza alemã da Casa de Württemberg, posteriormente da Família Real Britânica, e da Princesa Mary Adelaide Wilhelmina Elizabeth of Cambridge, neta de George III, Rei da Inglaterra de 25 de outubro de 1760 - 29 de janeiro de 1820. “Era simultaneamente Duque e Príncipe-eleitor de Brunswick-Lüneburg ("Hanover") no Sacro Império Romano, depois Rei de Hanover em 12 de outubro de 1814. Era o terceiro monarca britânico da Casa germânica de Hanover, mas ao contrário de seus dois antecessores ele nasceu na Grã-Bretanha, falava Inglês como sua primeira língua, e nunca visitou Hanover”.

Eduardo, o pateta, foi em...
23 de junho de 1894 - 28 de maio de 1898: Sua Alteza o Príncipe Eduardo de York
28 de maio de 1898 - 22 de janeiro de 1901: Sua Alteza Real o Príncipe Eduardo de York
22 de janeiro – 9 de novembro de 1901: Sua Alteza Real o Príncipe Eduardo da Cornualha e York
09 de novembro de 1901 - 06 de maio de 1910: Sua Alteza Real o Príncipe Eduardo de Gales
6 de maio – 23 de junho de 1910: Sua Alteza Real o Duque de Cornwall (Cornualha) Esse Título é hoje de Charles, Príncipe de Gales, e é usado oficialmente por sua segunda esposa, Camila, Duquesa da Cornualha.
23 de junho de 1910 - 20 de janeiro de 1936: Sua Alteza Real o Príncipe de Gales
Na Escócia: de 1910 até 1936: Sua Alteza Real Duque de Rothesay
20 de janeiro - 11 de dezembro de 1936: Sua Majestade o Rei
Fora do Reino Unido, e em relação à Índia: Sua Majestade Imperial o Rei-Imperador - His Imperial Majesty The King-Emperor
11 de dezembro de 1936 - 08 de março de 1937: Sua Alteza Real o Príncipe Eduardo
08 de março de 1937 - 28 de maio de 1972: Sua Alteza Real o Duque de Windsor

Eduardo, o pateta, começou uso do título de Duque de Windsor imediatamente após a abdicação, de acordo com a declaração de George VI para seu Conselho de Adesão, mas vários meses se passaram antes que o título foi formalizado por carta de patente.



King Edward VIII opening his first (and only) Parliament, seen here in the House of Lords


Segundo os cronistas Eduardo, o Pateta, tinha graves problemas sexuais, a saber:
1-      Não conseguia ter ereção completa, era demi pompe;
2-      Esporadicamente quando conseguia ter uma ereção completa, tinha ejaculação precoce.

Por isso, bebia igual gambá.

Diferente de seu irmão, Príncipe George, Duque de Kent, “que teve uma série de casos com homens e mulheres”,
Eduardo, o Pateta, sempre teve “comportamento mulherengo e imprudente durante os anos 1920 e 1930 preocupando seu pai, o Rei George V, o primeiro-ministro Baldwin, e as pessoas próximas ao príncipe.


Eduardo em 1932, depois de ter parado o seu desenvolvimento mental, segundo Sir Alan Frederick "Tommy" Lascelles

O Rei George V ficou desapontado com o fracasso de Eduardo, pois esse não conseguia se estabilizar nem tão pouco se estabelecer na vida, desgostoso por seus casos com mulheres casadas, o Soberano, cônscio de seus deveres de Monarca, estava relutante em vê-lo herdar as Coroas do Reino e do Império. 
Como não tinha jeito o Rei conseguiu envia-lo para grandes e longas viagens ao exterior, e ele se tornou uma espécie de ‘garoto propaganda ‘ da Império Britânico, função que muito lhe agradava, pois além de não ter responsabilidades de governo vivia em festas, em homéricas bebedeiras, entre bela e feias mulheres (vivia envolvido com várias mulheres mais velhas e casadas), em paradas em sua honra, entre os salamaleques tão ao gosto das Monarquias.
Numa dessas festas conheceu a americana Wallis Simpson, nascida Bessie Wallis Warfield, no dia 19 de junho de 1896, no Squaw Cottage, um pavilhão de madeira do Hotel Monterey Inn, em Blue Ridge Summit, uma estância de montanha de Franklin County, Pennsylvania, EUA, e falecida como Wallis, Duquesa de Windsor, no dia 24 de abril de 1986, com 89 anos de idade, em Paris, França.
Miss Simpson era uma aventureira social.
Graças a um tio rico, David Solomon (chamado de "tio Sol"), foi instruída em um colégio interno para moças nas regras da boa sociedade americana. Depois debutou em Washington, passando a frequentar “bailes, festas e almoços entre Baltimore, Washington e Virgínia, Princeton ou a Academia Naval”.
“Em abril de 1916, em Pensacola, na Flórida, Wallis conheceu seu futuro marido oficial Earl Winfield Spencer, um alcoólatra, oficial aviador da Marinha dos Estados Unidos,  e futuro espião em função na China”.
“Alguns de seus biógrafos afirmam que ela teria aprendido técnicas de massagem eróticas nos famosos bordéis de Shangai, o que teria permitido a ela mais tarde pratica-las no então Príncipe de Gales, ou Eduardo VIII, que o deixou maluco de paixão, pois conseguiu ter uma ereção completa e ejacular em tempo normal ”.
Ou seja, Wallis era PhD em putaria.

Wallis na China

Em Pequim, ela teve um caso com o Conde Galeazzo Ciano, genro de Benito Mussolini, casado com a celebre Edda Mussolini, Condessa Ciano.

Edda e Galeazzo.

De volta para os EUA o casal se separou em 10 de dezembro de 1927.
Wallis, uma mulher de gostos caros, não podia ficar sozinha e casou “novamente 21 de julho de 1928 com Ernest Aldrich Simpson, gerente de uma grande empresa de transportes marítimos”.
Os Simpsons viviam acima dos seus meios, em permanentes dificuldades financeiras, todavia frequentavam festas e mais festa e numa delas, em 10 de janeiro de 1931, conheceram Eduardo, o pateta.
De 1931 a 1934, Eduardo, o pateta, era visto com eles amiúde.
Preocupados “ a Inteligência Britânica e o FBI, em conjunto, começaram a investigar as atividades dos Simpsons, suspeitos de espionagem para a indústria farmacêutica. Acabem descobrindo as ‘peripécias ‘ de Wallis, incluindo o trabalho nos randevus em Shangai, bem como suas relações preferencias com muitos altos oficiais nazistas que chegaram ao poder na Alemanha em 1933”.
Realmente Wallis Simpson era uma devotada nazista.

Eduardo, o pateta, passando em revista um pelotão de SS com Robert Ley, 1937
Robert Ley (Niederbreidenbach, 15 de fevereiro de 1890 — Nuremberg, 25 de outubro de 1945) foi um político nazista, chefe da Frente Alemã para o Trabalho durante o governo de Adolf Hitler. Preso ao final da guerra em Nuremberg por crimes de guerra cometeu suicídio durante o julgamento.
Ele tinha conhecimento do programa nazista de extermínio dos judeus, apesar de não ter tido papel significante nele a despeito da violenta retórica anti-semita demonstrada em seus discursos. Em 1941 compareceu a uma reunião com Speer, Bormann e Wilhelm Keitel, na qual Hitler mostrou seus pontos de vista sobre a questão judaica, deixando claro que pretendia realizar o “desaparecimento” dos judeus de um modo ou de outro.

“Os temores do governo britânico de que ela pudesse enviar documentos confidenciais que por acaso estivessem na posse do Príncipe para Berlim ou dela ser paga pelos os serviços secretos alemães para influenciar Eduardo em favor da Alemanha, este último tendo simpatias nazistas já comprovadas, tomou de pânico as altas esferas anglo-americanas”.
Realmente Wallis Simpson era uma devotada nazista.
Contudo, pela força do sexo, ela, se divorciando pela segunda vez, conseguiu que ele propusesse casamento.
Em dias Eduardo “ele causou uma crise constitucional ao propor casamento” a Wallis “ nazista” Simpson.
No Nazismo ela estava confortável, afinal eles eram tão aventureiros quanto ela.
Imediatamente a imprensa começo a divulgar a posturas dos políticos de todo o Império Britânico contra essa união considerada por muitos como uma chacota, já que ele ia ser o “ cabeça da Igreja Anglicana, o Governador Supremo da Igreja de Inglaterra, que proibia o casamento de pessoas divorciadas enquanto seus ex-cônjuges ainda estivessem vivos”.
Com razão, hoje seria bem diferente, “ o povo nunca aceitaria uma mulher divorciada com dois ex-maridos vivos como Rainha”.
Camila, Duquesa da Cornualha, mulher de Charles, Herdeiro do Trono, é divorciada de marido vivo, o que prova que hoje é diferente.
Eduardo cujo”... desenvolvimento mental parou quando chegou à adolescência” foi avisado que “o governo liderado pelo primeiro-ministro britânico Stanley Baldwin renunciaria se os planos de casamento fossem em frente, o que poderia arrastar o Rei a uma eleição geral e arruinar seu status de monarca constitucional politicamente neutro”, preferiu abdicar, alegando que abdicava por amor a uma mulher.
De pateta entrou para a História como romântico.
Ele nunca foi coroado, como eu já disse, e repito, pela graça do bom Deus.

Foto do casamento.

Casaram seis meses depois,3 de junho de 1937, no Château de Candé, Monts , em Indre-et-Loire , a 10 km a sudeste de Tours , nas margens do rio Indre.
O castelo era propriedade de Charles Eugène Bedaux, um ex- proxeneta de Pigalle, e de sua mulher, Fern Lombard, filha de advogado James Lombard de Grand Rapids, Michigan, ambos simpatizantes dos nazistas, “ foi constatado que ele era conselheiro econômico para o Reich e, de acordo com Martin Allen, encarregado da liquidação de empresas judaicas na França ocupada”.
Charles Eugène Bedaux “ se matou no Federal Bureau of Investigation (FBI), na casa de custódia em Miami , Florida, aguardando um grande júri inquérito sobre suas atividades de guerra, no dia 18 de fevereiro de 1944.
Foi Charles Eugène Bedaux que organizou a viagem dos Duques de Windsor a Alemanha para visitar Adolfo Hitler.


The Duke and Duchess with Adolf Hitler, 1937

Mais, o casal Windsor acabou provando publicamente que eram nazistas, conforme essa foto abaixo deles com Adolfo Hitler em o Berghof, o “Ninho da Águia", em Berchtesgaden, Baviera.
“ Em maio de 1940, com o avanço das tropas nazistas em solo francês, o casal deixou sua casa em Paris para Biarritz, de lá primeiro para a Espanha em junho e depois para Lisboa, em Portugal”.
Mais, o Duque era além de pateta, um parlapatão e o governo inglês teve que afasta-lo da Europa, mesmo ele morando no neutro e inabalável Portugal de Antonio de Oliveira Salazar.
E porquê?
Uma historinha:


Como governadores das Bahamas, não Vice-Reis, o que é muito significativo. 

“Para tentar convencer o ex-Rei da Inglaterra para trabalhar com ele e fazer a paz com a Grã-Bretanha, o Führer decidiu fazer com o sequestro Duquesa de Windsor enquanto residente em Lisboa, em Portugal. Após o sequestro, ele tinha planejado para instalar o casal na Alemanha e já tinha feito disponíveis 50 milhões de libras depositadas em um banco em Genebra. A operação falhou com pouco. Os agentes do Serviço de Inteligência precederam um dia a Walter Schellenberg, da SS, e sua equipe em Portugal. Na verdade, como Lord Caldecote escreveu a Winston Churchill, "[o Duque] é bem conhecido por ser um simpatizante do nazismo e poderia bem ser uma trama “.
“As entrevistas "derrotista" do ex-Rei da Inglaterra alarmavam o governo britânico e os seus aliados, fazendo com que primeiro-ministro Winston Churchill repreendesse o Duque de Windsor e o ameaçasse com uma Corte Marcial se ele não voltasse imediatamente para solo britânico.
“ Como solução, a Inteligência Britânica levou os Duques, em um navio de guerra britânico, para as Bahamas, onde, de acordo com Churchill, eles não prejudicariam os esforços de guerra britânico”.
“O Duque de Windsor foi nomeado Governador-geral das Bahamas, mas ele, que não gostava de fazer força, muito menos de ter ocupações governamentais, não gostou do trabalho e se referia às ilhas como « colonie britannique de troisième ordre », T.L.: "Colônia britânica de terceira categoria", e ele ia ser Rei delas, imaginem???
Como não ficavam quietos fizeram um cruzeiro no navio do industrial sueco, Axel Wenner-Gren , amigo próximo do comandante da Luftwaffe , Hermann Göring.
O FBI estrebuchou.
Churchill bebeu mais vinho do Porto e ficou apoplético.
“Muitos historiadores têm sugerido que Hitler estava se preparando para colocar Edward no trono britânico na esperança de estabelecer uma Grã-Bretanha fascista. Durante a ocupação da França, o Duque pediu às forças alemãs para colocar guardas em suas residências em Paris e na Riviera, o que fizeram. A Duquesa tinha dormido com o embaixador alemão em Londres, Joachim von Ribbentrop, mantendo-se em constante contato com ele, continuando a transmitir informação secreta nas quais punha as mãos, ou que ouvia falar. Acredita-se amplamente que os Duques simpatizavam com as ideias fascistas antes e durante a II Guerra Mundial e eles foram enviados para as Bahamas para minimizar as suas oportunidades para a ação”.
Ele renunciou 16 de março de 1945, indo para os EUA.
“Na década de 1950, o jornalista Frank Giles ouviu o Duque culpar o ministro das Relações Exteriores, The Right Honourable Robert Anthony Eden, 1st Earl of Avon, KG, MC, PC, ou simplesmente Anthony Eden, ‘ter precipitado a guerra através de seu tratamento de Benito Mussolini ... isso é o que ele fez, ele ajudou a iniciar a guerra ... e, claro, junto com Roosevelt e os judeus’. ”
“ No entanto, na década de 1960, ele disse confidencialmente a um amigo, Patrick Balfour, ‘Eu nunca pensei que Hitler era um cara mau ‘ ", era um pateta ou não era???
O casal viveu entre a Europa e os Estados Unidos, levando a vida no famoso café society, uma vida para lá de ociosa, de festa em festa, mais pareciam ‘brigadeiro’ em festa de criança.
Ele adorava, pois foi avida que sempre pediu a Deus.
A partir de 1952, o casal vivia em uma casa - agora chamado Villa Windsor -, no Bois de Boulogne, em Paris

Eduardo e a mãe, Maria de Teck


“A Família Real nunca aceitou totalmente a Duquesa”.
A rainha Mary de Teck, mãe de Eduardo, o pateta, disse sobre Wallis:
“To give up all this for that", o que quer dizer mais ou menos “ Desistir de tudo por isso”.
A velha Rainha tinha razão.
Em 1952, Eduardo foi ao funeral do irmão, George VI.
Em 1965, os Duques visitaram a Elizabeth II, a Duquesa-mãe de Kent, a Princesa Real, irmã do Duque (e uma semana depois da visita foram ao funeral dela).
Em 1967, voltaram a Londres para as festividades do centenário da Rainha Mary de Teck, que faleceu em 1953.
Em 1969, o Duque declinou o convite para a Investidura de Charles como Príncipe de Gales.
“ Em dezembro de 1964, o Duque foi operado por Michael E. DeBakey, em Houston, de um aneurisma na aorta abdominal”.
Em fevereiro de 1965 um descolamento de retina no olho esquerdo foi tratado por Sir Stewart Duke-Elder.
Em 1971, o Duque foi diagnosticado com câncer de garganta e submetido a terapia de cobalto”.
“ Em 1972, a Rainha Elizabeth II visitou os Duques durante uma visita de Estado à França, no entanto, apenas a Duquesa apareceu para a foto oficial”.
“Em 28 de maio de 1972, o Duque morreu em sua casa de Paris, a menos de um mês antes de seu 78 aniversário. Seu corpo foi levado para a Inglaterra e sepultado na Capela de São Jorge, Castelo de Windsor. O serviço funeral foi realizado na capela em 5 de junho, na presença da Rainha, a Família Real, e da Duquesa de Windsor, que se hospedou no Palácio de Buckingham, durante sua estadia”.
“Frágil, e cada vez mais sofrendo de demência, a Duquesa morreu 14 anos depois, no dia 24 de abril de 1986, com 89 anos de idade, em Paris, e foi enterrada ao lado de seu marido como "Wallis, Duquesa de Windsor”.

Afirmo e reafirmo:
Eduardo, o pateta, foi o pior dos piores Reis da Inglaterra.



U.S. President Richard Nixon and the Duke and Duchess of Windsor in 1970