sábado, 23 de maio de 2015

Orange, surnommée la « Cité des Princes ».

Orange, surnommée la « Cité des Princes ».
Orange, apelidada de "Cidade dos Príncipes".





Vue aérienne du centre-ville d'Orange.
Vista aérea da cidade de Orange.

Blason de Orange
Brasão d’Armas
Les armes peuvent se blasonner ainsi :
D'azur, à trois oranges d'or sur leur branche de sinople feuillées du même, au chef aussi d'or chargé d'un cornet d'azur virolé et lié de gueules.
La devise de la ville: Je Maintiendrai
Arrondissement
Canton (Distrito)
Cidade Chefe de dois cantões:
Canton d'Orange-Est, Canton d'Orange-Ouest


84100
84087
Denominação dos habitantes
Orangeois
28.948  hab. (2010)
390 hab. / Km 2
População área urbana
37.279  hab. (1999)
Geografia
Coordenadas
Min.  24 m - Máx. 127 m
74,20 km 2




Orange está localizada em uma encruzilhada que dá acesso ao território da França, da Espanha ou da Itália. Tornou-se um local privilegiado desde a época dos romanos.
Situada no coração de uma região rica em agricultura.
Na Idade Média, a cidade se tornou a capital do Principado de Orange e permanecerá assim até que foi invadida pelas Tropas de Luís XIV, em guerra contra as Províncias Unidas lideradas por Stathouders da Casa de Orange-Nassau, na Idade Moderna.
 A anexação definitiva ao Reino da França só foi reconhecida pelo Tratado de Utrecht em 1713, alias são dois os Tratados de Utrecht, que puseram fim a Guerra da Sucessão Espanhola e a Guerra da Rainha Anne, ou seja, meio século de conflitos e guerras religiosas entre Luís XIV de França, Filipe V de Espanha, Anne da Grã-Bretanha, Dom João V de Portugal, Victor Amadeus II de Savóia e a República Holandesa.
A saber:
O de 11 de abril de 1713, assinado entre a França e o Reino Unido da Grã-Bretanha.
O de 13 de julho de 1713, assinado entre a Espanha e o Reino Unido da Grã-Bretanha.
Orange, hoje é a terceira cidade mais populosa cidade do departamento de Vaucluse, vindo depois de Avignon e Carpentras.
Desde 1981, seus monumentos históricos - « Théâtre antique et ses abords et « Arc de Triomphe » d’Orange (Teatro Romano e seus arredores e o " Arco do Triunfo " de Orange) são considerados “Património Mundial da Humanidade”, pela UNESCO.
Na época dos Movimentos da Revolução Francesa de 1789, em 12 de agosto de 1793, foi criado o hoje departamento de Vaucluse, composto pelos distritos de Avignon e Carpentras, distrito d’ Apt e Orange, na região Provence-Alpes-Côte d’Azur.
A viticultura: “A vinha produz vinhos classificados Côtes du Rhone e Chateauneuf-du-Pape sobre o solo de arenito Orange”.
Os excelentes “Azeites”: “Os olivais de Orange são capazes de produzir o reputado “ Azeite de Provence” , protegido por uma denominação de origem protegida ( AOC ) - appellation d'origine contrôlée ( AOC ).
Personalidades ligadas a Orange:
Saint-Florent, Bispo de Orange.
Conde William, de Gellone, Le Grand (Guilherme de Gellone, o Grande), companheiro Carlos Magno.
Conde Raimbaud II de Orange, companheiro Godofredo de Bouillon, na Primeira Cruzada.
Raimbaut, o trovador ((Raimbaut d'Aurenja en occitan, nom complet seingner d'Aurenga e de Corteson e de gran ren d'autrez castels).
Guillaume I (Guilherme) de Baux, segundo Príncipe de Orange, Vice-Rei do Reino de Arles e Borgonha, esfolado vivo pelos Avignonais, os naturais da Cidade de Avignon, em 1218.
Guillaume (Guilherme), o Taciturno, Conde de Orange- Nassau, o Pai da Nação Holandesa.
Jacques Pineton, sieur de Chambrun, pastor da consagrado pelo próprio Calvino.
Anne-Marguerite Dunoyer, nascida na família Petit, escritora do século 18, revolucionaria e ativista calvinista.
William III (Guilherme de Orange Nassau), Rei de Inglaterra, do UK.


O TGV para Orange
Viagens duas vezes por dia.



Na próxima conversa falaremos dos Príncipes de Orange.