sexta-feira, 8 de maio de 2015

185 A – Uma conversa sobre os Países Baixos, a Holanda.

185 – Uma conversa sobre os Países Baixos, a Holanda.


A Holanda, oficialmente o Reino dos Países Baixos em holandês Nederland e Koninkrijk der Nederlanden, é um país da Europa Ocidental, fronteira com a Bélgica ao sul, e Alemanha ao leste.
Uma Monarquia Constitucionais.
Com quase dezessete milhões de habitantes.
A capital oficial da Holanda é Amsterdã.
Contudo a capital administrativa, sede do Parlamento e do Governo, é Haia.
O Reino é composto por doze províncias europeias, e seis territórios ultramarinos localizados no Caribe.
A altitude média dos Países Baixos é muito baixa, daí o seu nome, pois um quarto do território está localizado abaixo do nível do mar do Norte, que banha o oeste e norte do Reino.
As zonas costeiras são protegidas por diques construídos ao longo da história do país por causa dos muitos desastres naturais relacionados com a água, do mar e dos rios.
Até século XVI, a Holanda englobava não só a Holanda de hoje, mas, também, a Bélgica e “ futur département du Nord de la France et une partie de la Picardie (o futuro Departamento do Norte da França e parte da Picardia).


História:
A Região da Borgonha (sem esse nome) foi habitada pelos celtas, denominados de Gauleses, habitantes da “o Gália, a França de hoje e mais uns outros territórios fronteiriços a ela, como algumas partes da Bélgica e da Alemanha e o norte de Itália ”.
A Gália, e por via de consequência a Região da Borgonha (sem esse nome)  dos gauleses, foi conquistada por Júlio Cesar.
“Dividia-se em duas regiões”:
1-      “Gália Cisalpina (aquém dos Alpes, relativamente aos romanos), que compreendia a Itália setentrional e foi por muito tempo ocupada por tribos gaulesas”;
2-      “Gália Transalpina (além dos Alpes), vasta região (a costa sul da atual França e seu interior), situada entre os Alpes, os Pirenéus, o Atlântico e o Rio Reno”.
“O território da Gália fracionou-se quando, no século V, foi invadida pelos visigodos, pelos burgúndios e pelos francos. Só voltou a unir-se sob o reinado do rei franco Clóvis, por volta do ano 500”.
Os burgúndios:
“Os Burgúndios- Les Burgondes, en allemand Burgunden/Burgunder -  eram uma tribo germânica. É o mais antigo povo germânico conhecido a leste do rio Oder, e sua Tradição afirmava que eles eram originários da Escandinávia. O nome antigo nórdico era Burgundarholm de Bornholm (ilha dos burgúndios no Mar Báltico. Não há mais vestígios de sua civilização nela) ”.
Os Burgúndios passaram a ocupar uma região da Gália, formando o Reino da Burgúndia, em latim: regnum Burgundiae, em francês: royaume de Bourgogne, ou Burgondie, Burgúndia.
Há partir da segunda metade do século V o Reino da Borgonha e grande, forte, pujante, se estende desde o Aare para o Saône e o Vale de Aosta e ao Haute-Loire. Nele estão compreendidos os futuro Condado e Ducado de Borgonha, além das cidades de Auxerre, Langres, Besançon, Chalon-sur-Saône, Autun, o canton du Valais, Genebra, Champagne, Auxerrois, a Provence, etc.etc.etc....
 Gondebaud, Rei de toda a Borgonha entre 473 e 516, ano de sua morte, é aliado de Clovis, Rei dos Francos, e deu em casamento a sua sobrinha Clotilde, Sainte Clotilde, Rainha santa dos Francos.
Godomar,ou Gundomar, Rei da Borgonha de 524 até 534, foi derrotado e morto pelos Reis Francos, filhos de Clovis, que anexaram a Borgonha à seus reinos , dividindo-a dessa forma:
1-      Thibert, Rei da Austrásia, recebeu o norte do Reino (Langres, Besançon, Autun, Châlons, Avenches (Aventicum), Windisch (Vindonissa), Martigny (Octodurus);
2-      Childeberto I, Rei de Paris, recebeu o centro (Lyon, Mâcon, Viena, Grenoble e talvez Genebra e Tarentaise);
3-      Clotaire I, Rei de Nêustria, (o Sul para o Durance, um rio no Sudeste de França que flui para o rio Rhone, o maior rio em Provence, na Provença).
Depois de um período de anarquia, Carlos Martel, dux et princeps Francorum, toma militarmente os territórios de Bourgogne (da Borgonha) e organiza quatro comados com seus governadores:
a-      Une Bourgogne d'Arles,
b-      Une Bourgogne de Vienne,
c-       Une Bourgogne alémanique (alemã ou germânica)  
d-      Une Bourgogne franque (francesa)

A nobreza da Borgonha se revolta e leva o povo com ela.
Carlos Martel, vencedor dos mouros em Poitiers, em 732, marcha sobre a Borgonha numa campanha punitiva, com violentas represálias.
“Em 742, com a morte de Carlos Martel, as atuais terras da Alsácia e Lorena, de Provence e Languedoc, passam para as mãos de seu filho Pepino, o Breve”.
“Carlos Magno, filho Pepino, o Breve, tinha unificado todos os territórios francos, o antigo Reino da Borgonha mantém sua unidade sob seu reinado”.
“Em 817, Luís, o Pio ou o Piedoso, filho de Carlos Magno, partilha novamente os territórios da Borgonha”.
Lotário I, Luís o Germânico, e Carlos o Calvo, filhos do Piedoso, Ludovicus Pius. brigam entre si e dividem o Império Avoengo.
E passam a existir as seguintes Borgonhas:
I-                    « Bourgogne franque » appelée à devenir le duché de Bourgogne – se tornou o Ducado de Borgonha;
II-                  « Bourgogne impériale » - Borgonha Imperial;
III-                « D'Amous, de Portois, d'Escuens et de Varais forment une entité territoriale qui donnera naissance au Comté de Bourgogne, qui deviendra la Franche-Comté » - d'Amous, de Portois, d'Escuens e Varais, passaram a formar uma entidade territorial que se transformou no Condado de Borgonha, depois o Franche-Comté.


Pairie de France (Ancien Régime) - Pariato da França (Antigo Regime):
Pairs primitifs, Pares primitivos, foram os grandes príncipes e vassalos que foram chamados a escolher um sucessor para o Rei entre os príncipes elegíveis para a coroa. Entre eles o Duque da Borgonha”.
O primeiro Duque da Borgonha, dux Burgundionem ou dux Burgundiae, foi Richard de Bourgogne dit le Justicier, Ricardo, o Justiceiro, um grande senhor feudal, nascido em 858 e falecido em 921, foi Conde de Autun, de Auxerre, de Nevers, de Troyes, de Sens, Marques da Borgonha de 898 a 918, e por fim Duque de Borgonha de 918 a 921. Foi sucedido por seu filho Raul.
No apogeu do Ducado de Borgonha (no final do período medieval), a parte norte das possessões ducal (no que é hoje o território belga e holandês) foi chamado de « États de par-deçà » ou « Pays-Bas » “ Estados para cá” ou “Países Baixos”, para distingui-los dos « États de par-delà » " estados além "ou “ Estados para lá”, a Borgonha propriamente dita e o Franche-Comté.
As Dinastias que reinaram sobre o Ducado de Borgonha foram:
1-      Bosonides
2-      Robertiens
3-      Capétiens:
A-     Première Maison de Bourgogne;
B-      Seconde Maison de Bourgogne (Valois-Bourgogne).

O primeiro Duque da Segunda Casa de Borgonha foi Philippe II de Bourgogne, dit « Philippe le Hardi », Felipe o corajoso ( ver abaixo), que casou com Margarida III, Condessa da Flandres, de Nevers, de Rethel , d'Artois e Condessa palatina da Borgonha, herdeira dos Ducados de Brabante e Limburgo.
Nome
Reinado
Notas
Felipe o corajoso 
(17 de janeiro 1342, Pontoise - 27 de abril de 1404, Hal) morreu aos 62 anos
1364 - 1404
"Filipe, é o quarto e último filho do Rei João II de França , chamado "João , o Bom" e de Bonne do Luxemburgo. Ele nasceu em Pontoise 17 janeiro 1342. Ele é designado como "Príncipe da França, Duque de Touraine, Duque de Borgonha, primeiro Par de França, Conde de Flandres e Artois, Conde Palatino de Borgonha e de Franche-Comté “. Morre27 de abril de 1404.
João Sem Medo 
(28 de maio de 1371, Dijon - 10 de setembro de 1419, Montereau-Fault-Yonne) morreu aos 48 anos
1404 - 1419
Ele é o filho mais velho do precedente e da Duquesa Margarida III, Condessa de Flandres e irmão de Antônio de Borgonha, Conde de Rethel, então Duque de Brabante e Limburgo. Ele estava perto de reconstituir a velha Lorraine. Assassinado pelos Armagnacs em 1419.
Felipe III o bom 
(30 de junho de 1396, Dijon - 15 de junho de 1467, Bruges) morreu aos 70 anos
1419 - 1467
Duque de Borgonha e dos Países Baixos Borgonheses 1419-1467 e outros domínios. Nascido em Dijon 31 de julho de 1396, o único filho do precedente e de Margarida, filha do Duque Alberto da Baviera.
Charles o corajoso 
(11 de novembro de 1433, Dijon - 05 de janeiro de 1477, Nancy) morto em 43
1467 - 1477
Charles de Valois-Bourgogne, dit Charles le Téméraire, Carlos, o Temerário, quarto e último Duque de Borgonha e dos Países Baixos Borgonheses do Ramo Capeto de Valois. Casou com:
Catherine de France;
Isabelle de Bourbon;
Margarida da Inglaterra, irmã dos Reis Eduardo IV e Ricardo III.
Maria 
(13 de fevereiro de 1457, em Bruxelas - 27 de março de 1482, Bruges) morreu aos 25 anos
1477 - 1482
Filha única do precedente com Isabel de Bourbon (1437-1465), ela passa a maior parte de seu tempo adulto (1477-1482) defendendo os seus direitos à herança de seu pai, disputados pelo Rei da França.
21 de abril de 1477, Maria de Borgonha casou por procuração a futuro Imperador do Sacro Império Romano Maximiliano I, da Casa de Habsburgo.
Foram pais de:
Filipe, o Belo, Duque de Borgonha e Rei consorte de Castela, por seu casamento com Joana, a Louca, filha dos Reis Católicos, Izabel e Fernando.
Margaret da Áustria, Arquiduquesa da Áustria, Princesse de Bourgogne, Princesa viuda de Asturias y de Gerona (Se casó con Juan de Aragón y Castilla, el hijo de los Reyes Católicos, heredero al trono de Castilla y Aragón con el título de Príncipe de Asturias), Infanta de Espanha, Duquesa consorte de Savoia ( casou com Filiberto II di Savoia detto il Bello, Duca di Savoia, Principe di Piemonte e Conte d'Aosta, Moriana e Nizza, Re Titolare di Cipro e Gerusalemme), Governadora dos Países Baixos Espanhóis ou borgonheses, de 1507 até 1 de dezembro de 1530, em nome de seu sobrinho Imperador Carlos V do Sacro Império, e como Carlos I, Rei de Espanha.
Tia de Fernando I de Habsburgo, que também se tornaria Imperador do Sacro Império sucedendo a Carlos V, seu irmão, Eleanor da Áustria, rainha de Portugal e, em seguida, França, Elizabeth de Áustria, Rainha da Dinamarca, Maria de Áustria, Rainha da Hungria; e Catarina de Áustria, rainha de Portugal.
Francisco, em homenagem ao seu padrinho Papa Sisto IV, que viveu apenas algumas semanas.




Casando-se com Maria de Borgonha, Maximiliano de Habsburgo, Rei da Germânia ( formalmente Rei dos Romanos), Imperador Sacro,  assume o título ducal, ' Ordem do Tosão de Ouro, todo o Armorial, além de  todos os Títulos e domínios da Seconde Maison de Bourgogne (Valois-Bourgogne), incluindo Holanda Borgonhesa, Pays-Bas bourguignons (Flandres, Artois, Brabant, Limburg, Hainaut e Namur, Holanda, Zelândia e outros territórios holandeses,), o Condado de Borgonha (atual Franche-Comté ).
Duques da Borgonha da Dinastia Habsburgo:
Dukes Habsburg Burgundy:

1477 - 1 482: Maria de Borgonha por direito próprio, e Maximiliano I de Habsburgo, seu marido, acima citados;
1482 - 1506: Filipe, o Belo, filho dos precedentes,
1506 - 1556: Carlos I & V, filho do precedente.
Continua....