terça-feira, 26 de maio de 2015

Todos os Príncipes Herdeiros do Trono da Holanda, também detinham, e detêm, os Títulos de Príncipes dos Países Baixos, Príncipes de Orange-Nassau.

O Rei, a  Rainha, a Princesa de Orange- Nassau
Princesas Laurentien , Catarina Amalia, Ariana Guilhermina
A atual  Família Real holandesa 


Todos os Príncipes Herdeiros do Trono da Holanda, também detinham, e detêm, os Títulos de Príncipes dos Países Baixos, Príncipes de Orange-Nassau.

São eles:


Guilherme II dos Países Baixos em 1848.
Por Jean-Baptiste van der Hulst

Guilherme II (Willem Frederik George Lodewijk):
Titularidade: Rei dos Países Baixos, Grão-Duque do Luxemburgo, Duque de Limburgo.
Cavaleiro número 869 da Ordem do Tosão de Ouro na Espanha.
Nascido em Noordeinde Palace, Haia, no dia 6 de dezembro de 1792
Falecido em Tilburg, no sul dos Países Baixos, província de Brabante do Norte, no dia 17 de março de 1849, com 56 anos.
Pai: Guilherme I
Mãe: Guilhermina, nascida Princesa da Prússia
Data do casamento: 21 de fevereiro de 1816, na capela do Palácio de Inverno em São Petersburgo, Rússia.
Esposa: Anna Pavlovna, nascida Grã-duquesa da Rússia, filha do Czar Paulo I e da Czarina Maria Féodorovna.
Filhos:
1-      William, Rei dos Países Baixos.
2-      Alexander (1 818 - 1848);
3-      Henrique de Orange- Nassau: Príncipe de Orange-Nassau, governador de Luxemburgo, Tenente-almirante da frota da Holanda. Casou com:
a-      Amélie de Saxe-Weimar, filha do Príncipe Charles Bernard, Duque de Saxe-Weimar-Eisenach, e da Duquesa Ida, nascida de Saxe-Meiningen.
b-      Maria Elisabeth Louise Frederika da Prússia, filha do Príncipe Charles Frederick da Prússia, e da Princesa Maria Anna, nascida de Anhalt-Dessau. Sobrinha-neta do kaiser Guilherme I da Alemanha.
4-      Um filho (1822-1822)
5-      Sophie de Orange-Nassau, Princesa da Holanda. Casou com Charles Alexander I, Grão-duque de Saxe-Weimar, seu primo
Príncipe de Orange: 16 de março de 1815.
Reinado: 7 de outubro de 1840 - 17 de março de 1849 - 8 anos, 5 meses e 10 dias
Coroação: 7 de outubro de 1840
Religião: membro da Igreja Reformada Holandesa.




Guilherme III


Guilherme III (Willem Alexander Paul Frederik Lodewijk)
Titularidade: Rei dos Países Baixos, Grão-Duque do Luxemburgo, Duque de Limburgo.
Cavaleiro de número 963 da Ordem do Tosão de Ouro na Espanha em 1842, o Cavaleiro de número 777 da Ordem da Jarreteira em 1882 e de número 72 da Grã-Cruz da Ordem da Torre e Espada de Portugal (Antiga e Muito Nobre Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito)
Nascido no Palácio da Nação, Bruxelas, Reino Unido dos Países Baixos, hoje Reino da Bélgica, em 19 de fevereiro de 1817
Falecido no Het Loo Palace, em Apeldoorn, Holanda, em 23 de novembro de 1890, com 73 anos.
Pai: Guilherme II
Mãe: Rainha Anna
Data do casamento: Stuttgart, Alemanha, 18 de junho de 1839
Esposa:
A primeira foi Sophia Frederika Mathilde, nascida Princesa de Württemberg, filha de Rei Guilherme I de Württemberg e da Grã-duquesa Catherine Pavlovna da Rússia. Sua prima irmã.
Filhos com a Princesa Sophia:
1-      William, Príncipe de Orange (4 de setembro 1840- 11 de junho de 1879)
2-      Mauricio, príncipe dos Países Baixos (15 de setembro de 1843 - 4 de junho de 1850)
3-      Alexander, Príncipe da Holanda e Príncipe de Orange (25 agosto 1851- 21 de junho de 1884)
A segunda foi Adélaïde Emma Wilhelmine Thérèse, nascida Princesa de Waldeck et Pyrmont, Rainha Regente Holanda de 1890 a 1898 por sua filha a futura Rainha Guilhermina, filha de Georges-Victor de Waldeck-Pyrmont, Príncipe Soberano de Waldeck-Pyrmont (um ex-estado da Confederação do Reno, a Confederação Alemã, do Império Alemão, sendo em 1929 que Waldeck foi formalmente integrado no Estado Livre da Prússia , com capital em Bad Arolsen, ou só Arolsen, no hoje distrito de Waldeck-Frankenberg, ao norte de Hesse, Alemanha) e da Princesa Helena Wilhelmina Henriette Pauline Marianne, nascida Princesa de Nassau-Weilburg. Só tiveram uma filha Wilhelmina Helena Pauline Maria van Oranje-Nassau, a futura Rainha Guilhermina.
Príncipe de Orange: 7 de outubro de 1840
Reinado: 17 de março de 1849 - 23 de novembro de 1890 -  41 anos, 8 meses e 6 dias
Coroação: 12 de maio de 1849
Religião: membro da Igreja Reformada Holandesa.


Príncipe Guilherme, cognominado “le prince Citron”, o Príncipe Limão

Príncipe Guilherme, cognominado “le prince Citron”, o Príncipe Limão (Willem Nicolaas Alexander Frederik Karel Hendrik)
Titularidade: Herdeiro Aparente do Trono, Príncipe de Orange.
Cavaleio de número 87da Grã-Cruz da Ordem da Torre e Espada de Portugal (Antiga e Muito Nobre Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito)
Nascido no Palácio Noordeinde, Haia, em 4 de setembro de 1840
Falecido em Paris, França, em seu apartamento na Rue Auber, perto da Ópera de Paris, no 11 de junho de 1879, com 38 anos. (Foi para o exílio em Paris, onde ele atirou-se para uma vida de sexo, bebida e jogo, tendo ao lado de sua amante, Henriette Hauser, uma atriz de Vaudeville).
Pai: Guilherme III
Mãe: Sophia Frederika Mathilde, nascida Princesa de Württemberg.
Data do casamento: ***
Esposa: ***
Filhos: ***
Príncipe de Orange: de 17 de março de 1849 até 11 de junho de 1879, dia de sua morte.
Reinado: ***
Coroação: ***
Religião: ***



 Alexander (Willem Alexander Frederik Hendrik Karel)

Alexander (Willem Alexander Frederik Hendrik Karel)
Titularidade: Herdeiro Aparente do Trono, Príncipe de Orange. Membro da Ordem dos maçons no âmbito do Grande Oriente dos Países Baixos. Em 1881, com a morte de seu tio, Príncipe Frederik, foi eleito Grande Mestre.
Cavaleiro da Ordem do Leão Holandês e da Ordem da Coroa de Carvalho ( Ordre de la couronne de Chêne, uma ordem honorífica luxemburguesa fundada em 1841 pelo grão-duque Guilherme II) .
Nascido no Palácio Noordeinde, Haia, no dia 25 de agosto de 1851
Falecido na antiga casa de Johan de Witt, número 6 de Kneuterdijkem, Haia, no dia 21 de junho de 1884, com 32 anos, de tifo. Alexander era de constituição nervosa e com uma saúde frágil. Vivia longe do Palácio familiar, mas era cercado de todos os cuidados possíveis a época, contudo foi disciplinado, intelectual, e notável leitor. Pai: Guilherme III
Mãe: Sophia Frederika Mathilde, nascida Princesa de Württemberg.
Data do casamento: ***
Esposa: ***
Filhos: ***
Príncipe de Orange: com a morte do irmão Guilherme no dia 11 de junho de 1879
Reinado: ***
Coroação: ***
Religião:  ***
Observação: Com a morte de Guilherme III, pai do de cujus, o Grão-Ducado do Luxemburgo por causa da “ Lei Sálica”, instituída no país, passou para Adolfo, filho de Guilherme, Duque de Nassau, e de sua primeira esposa, Carlota Luísa Frederica de Saxe-Altenburg.




Príncipe Willem-Alexander (à esquerda) aos 14 anos, e seu irmão Constantijn em 1982.
De Adidas, pois a família Real Holandesa apesar de rica, vive uma vida no estilo burguês.


O Rei e a Rainha.
Cerimonia de Coroação.

Guilherme Alexandre/ Willem-Alexander- (Willem-Alexander Claus George Ferdinand)
Titularidade: "Willem-Alexander, pela graça de Deus, o Rei dos Países Baixos, príncipe de Orange-Nassau, etc. etc. etc.”, isso é, o Reino composto pelos Países Baixos, Curaçao, Aruba e o território de Sint Maarten, na ilha de São Martinho.
Sua titulação completa é Sua Majestade, Guilherme Alexandre, pela Graça de Deus, Rei dos Países Baixos, Príncipe de Orange Marquês de Veere e Vlissingen, Conde de Katzenelnbogen, Vianden, Diez, Spiegelberg, Buren, Leerdam e Culemborg, Visconde da Antuérpia, Barão de Breda, Diest, Beilstein, de stad Grave, het Land van Cuijk, IJsselstein, Cranendonck, Eindhoven, Liesveld, Herstal, Waasten, Arlay e Nozeroy, Livre Senhor de Ameland, Senhor de Borculo, Bredevoort, Lichtenvoorde, Loo, Geertruidenberg, Klundert, Zevenbergen, Hooge en Lage Zwaluwe, Naaldwijk, Polanen, Sint-Maartensdijk, Soest, Baarn, Ter Eem, Willemstad, Steenbergen, Montfort, St. Vith, Bütgenbach, Niervaart, Dasburg, Turnhout, Besançon.
Nascido no 27 de abril de 1967
Falecido: ***
Pai: Príncipe Claus van Amsberg, Príncipe consorte dos Países Baixos, Jonkheer van Amsberg - escudeiro de Amsberg (Klaus-Georg Wilhelm Otto Friedrich Gerd von Amsberg, da pequena nobreza Germânia, logo nobre alemão de nascença que pertenceu a Juventude Hitlerista, como eram obrigados, e o que causou mal-estar na Holanda que fora invadida e massacrada pelos nazistas, a época do matrimonio. O Príncipe sofria de depressão profunda, de verdade e não proforma, vivendo afastado do convívio popular)
Mãe: Rainha Beatrix de Orange Nassau
Data do casamento: 2 de fevereiro de 2002, uma cerimônia civil presidida por Job Cohen, prefeito de Amsterdã, no Grande Salão do Beurs van Berlage. No mesmo dia, benção nupcial realizada por Carel ter Linden, ministro Igreja Reformada Holandesa, capelão da Corte, cavaleiro da Ordem de Orange-Nassau, na Nieuwe Kerk (Igreja Nova), em Amsterdam. A Rainha Máxima obteve dispensa da Igreja Católica Apostólica Romana para casar, e continua católica.
Esposa: Máxima Zorreguieta, nascida17 de maio de 1971, em Buenos Aires, Argentina, filha do Secretário da Agricultura, Pecuária e Pesca da Argentina, portanto um ministro do General Jorge Videla, o fazendeiro e pecuarista Jorge Horacio Zorreguieta Stefanini, e de María del Carmen Cerruti. O pai foi proibido de ir ao casamento da filha por ter sido ministro de um governo considerado ditatura/militar, na realidade no período do Proceso de Reorganización Nacional (1976-1983), que para mim deixa saudades, pelos argentinos. Hoje Zorreguieta é um membro da (Conselho Internacional de Políticas para Alimentação, Agricultura e Comércio: Conselho de Política Internacional de Agricultura, Alimentação e Comércio) IPC, com sede em Washington DC (EUA), cuja função é a de debater a política agrícola e comércio mundial, e presidente do Centro Argentino de Açúcar (CAA) da COPAL (Coordenação indústria de alimentos).
Filhos:
1-      Catharina-Amalia Beatrix Carmen Victoria, Princesa de Orange, Princesa dos Países Baixos, Princesa de Orange-Nassau, oficialmente Sua Alteza Real a Princesa de Orange e informalmente como kroonprinses (Crown Princess ou Princesa da Coroa), em família Amalia. Nascida no Hospital Bronovo, Haia, no dia 7 de dezembro de 2003.
Catherine, nome tradicional da Casa de Orange-Nassau.
Amalia, nome tradicional da Casa de Orange-Nassau
Beatrix se refere a sua avó, a Rainha Beatrix, que depois da abdicação passou a ser a Princesa dos Países Baixos, a Princesa de Orange-Nassau e a Princesa de Lippe-Biesterfeld
Carmen se refere a sua avó materna, María del Carmen Cerruti .
Victoria: O Casal Real gostou do nome.
                                                                     2-      Alexia Juliana Marcela Laurentien, Princesa dos Países Baixos, Princesa de Orange-Nassau, oficialmente chamado Sua Alteza Real Princesa Alexia da Holanda. Nascida no Hospital Bronovo, Haia, no dia 26 de junho 2005.
Alexia refere-se a seu pai, o rei Willem-Alexander
Juliana se refere a sua bisavó, Rainha Juliana
Marcela refere-se a (madrinha), tia da Rainha Máxima
Laurentien refere-se a sua tia, Princesa Laurentien (Petra Laurentien Brinkhorst),
a esposa de seu tio príncipe Constantijn Christof Frederik Aschwin,
Príncipe dos Países Baixos, Príncipe de Orange-Nassau, Jonkheer van Amsberg.

 Ariane Wilhelmina
3-      Ariane Wilhelmina Máxima Inês, Princesa dos Países BaixosPrincesa de Orange-Nassau, oficialmente chamado Sua Alteza Real Princesa Ariane dos Países Baixos. Nascida no hospital de Bronovo, Haia, no dia 10 de abril de 2007.
Ariane: O Casal Real gostou do nome
Wilhelmna (Guilhermina): refere-se a Rainha Wilhelmina, sua bisavó e a avó do Rei Willem-Alexander.
Máxima: refere-se a sua mãe.
Ines: refere-se sua tia Ines, irmã mais nova da Rainha Máxima.
Príncipe de Orange: 30 de abril de 1980
Reinado: 30 de abril de 2013 até os dias de hoje (26/05/2015), com a abdicação oficial da mãe, a Rainha Beatriz, sendo o primeiro homem a assumir o trono neerlandês em 123 anos.
Coroação: 30 de abril de 2013, na Nova Igreja de Amsterdam.
Religião: Igreja Reformada da Holanda.



Catharina-Amalia
  
Catharina-Amalia, a atual Princesa de Orange como Herdeira do Trono dos Países Baixos, já foi acima qualificada,
No dia 12 de Junho de 2004, foi batizada com água do Rio Jordão em uma cerimônia oficializada pelo Ministro  Carel ter Linden, o mesmo que deu a benção no casamento dos país, na Igreja de São Jacques, em Haia .
Como de praxe foram vários padrinhos:
1-      Seu tio paterno, o Príncipe Constantijn dos Países Baixos;
2-      A Princesa Victória, Princesa Herdeira da Coroa da Suécia, Duquesa de Västergötland;
3-      Marc ter Haar, amigo de seu pai;
4-       Herman Tjeenk Willink, Vice-Presidente do Conselho de Estado da Holanda, condecorado com a Cruz de Honra da Casa de Orange por causa de seus "grandes serviços à família real." ;
5-       Samantha van Welderen, Baronesa Rengers-Deanne, amiga de sua mãe;
6-       Seu tio materno, Martín Zorreguieta.

O batismo Catharina-Amalia permitiu, pela primeira vez, a aparição oficial de seu avô materno, Jorge Zorreguieta, que tinha sido de fato proibido entrar no território dos Países Baixos, quando do casamento de sua filha com o Príncipe Herdeiro.
Em novembro de 2007, Catharina-Amalia foi matriculada na Escola Pública em Wassenaar, a 10 km a nordeste de Haia, na província de Holanda do Sul, fato sem precedentes na Casa de Orange-Nassau.
Catharina-Amalia detêm o título Sua Alteza Rela a Princesa dos Países Baixos e de Princesa de Orange-Nassau, com a permissão de usar o seu próprio Brasão d’Armas e um estandarte pessoal, por Decreto número 41, de 25 de janeiro de 2002.



Jorge Horacio Zorreguieta Stefanini, a rainha Beatrix, a Rainha Máxima e a pequena Catharina-Amalia
Na cerimônia de Batismo da Princesa de Orange.
La vida sigue, el mundo se mueve ...

Y las cosas cambian.

Reis e Príncipes convidados a Coroação .