quarta-feira, 27 de maio de 2015

Das Haus Sachsen-Coburg und Gotha - a Casa de Saxe-Coburgo-Gota

Das Haus Sachsen-Coburg und Gotha - a Casa de Saxe-Coburgo-Gota
A Casa Real da Bélgica








Wappen des Herzogs von Sachsen-Coburg und Gotha
Brasão d’ Armas dos Duques de Saxe-Coburgo-Gota


Das Haus Sachsen-Coburg und Gotha - a Casa de Saxe-Coburgo-Gota é uma família da nobreza germânica, uma Dinastia formado a partir do Ramo mais jovem (cadete) da Casa Wettin, Das Haus Wettin, a nobreza oriunda do Castelo de Wettin localizado perto de Halle, na Saxônia-Anhalt.
Governaram a Saxônia (leia-se Saxe), Turíngia, Saxônia-Anhalt (leia-se Saxe-Anhalt) e a Baviera na Alemanha.
Todavia, com ramificações nas Famílias Reais da Polônia, da Bélgica, de Portugal, da Bulgária, do Reino Unido, e de pequenos Principados, Grão-ducados, Ducados, Condados, e receberam Títulos de Cortesia, exemplifico: Maurício de Saxe, filho bastardo de Frederico Augusto I, Príncipe -eleitor da Saxônia e Rei da Polônia, e de sua amante, Condessa Maria Aurora von Königsmark,  um dos maiores generais da História da Humanidade, que foi nomeado por Luís XV, Marechal de França e Comandante geral dos acampamentos e exércitos do Rei de França, recebendo o Château de Chambord - gouverneur à vie ( T.L.: detentor em vida)-  como recompensa por suas vitórias, junto com 40.000 libras de receita.  
A Linha, ou Linhagem, ou Braço, ou Ramo, mais antiga é Die Ernestiner, La branche albertine de Saxe, a linhagem Albertina, iniciada por Ernest da Saxônia, Ernesto de Saxe, Príncipe- eleitor da Saxônia, Landgrave da Turíngia e Margrave de Meissen, filho de Friedrich II, o Gentil, e de Margaret de Áustria, da Casa de Habsburgo.
Dessa Linha são os Braços de:
Saxe-Altenburg,
Saxe-Meiningen,
Saxe-Saalfeld,
Saxe-Hildburghausen,
Saxe-Coburg-Gotha.
Mais...
...a do Grão-Ducado de Saxe-Weimar-Eisenach (composto da União entre o Ducado de Saxe-Weimar e o Ducado de Saxe-Eisenach, ou seja, dois Ducados que formaram um Grão-Ducado)
Quando se lê Saxe se fala da Saxônia e vice-versa.

A outra Linha, ou Linhagem, ou Braço, ou Ramo, é a Die Albertiner, La branche albertine de Saxe, a linhagem Albertina, iniciada por Albrecht, o Corajoso, outro filho de Friedrich II, o Gentil, e de Margaret de Áustria, da Casa de Habsburgo.
Dessa Linha são os Braços de:
Saxe-Weissenfels,
Saxe-Merseburg
 Saxe-Zeitz
Mais...
...a Dinastia dos Eleitores da Saxônia (Saxe) que com à dissolução do Sacro Império Romano-Germânico se tornou- ela as Dinastia -  a família Real dos “Reis Das Königreich Sachsen, do Reino da Saxônia, existente entre 1806 e 1918. Um Estado Soberano que foi membro dos Estados-Membros da Confederação do Reno (1806-1813), dos Estados-Membros da Confederação Alemã (1815-1866), dos Estados-Membros da União Aduaneira alemã (1834-1919), dos Estados da Confederação da Alemanha do Norte (1866 / 1867-1871), dos Estados do Império Alemão (II Reich) (1871-1918) ”.
Com a organização na Alemanha, derrotada na Primeira grande Guerra (1914 a 1918), foi organizada a República de Weimar, em substituição ao Império- seu marco inicial foi o juramente da nova Constituição em 11 de agosto de 1919- o que se revelou uma grande tragédia para a Humanidade, a Saxônia se tornou o Estado Livre da Saxónia, regido por uma legislação especial.
Com a derrota dos nazistas, não dos verdadeiros alemães, os comunistas, apoiados pelo Exército Vermelho de Stalin, fundaram, na Zona Militarmente Ocupada por eles, a Deutsche Demokratische Republik – DDR -  com os territórios dos atuais Estados alemães de Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental, Brandemburgo, Saxônia, Saxônia-Anhalt, Turíngia e Amt Neuhaus no distrito de Lüneburg, Baixa Saxônia, e Berlim Oriental.
Assim, desde 1990, a Saxônia, o Saxe, é parte integrante da República Federal da Alemanha.
Graças a Deus a República Democrática Alemã existiu somente de 1949 até 1990, pois acabou com a derrubada do Muro de Berlin e a reunificação da Alemanha, numa nova e grande Nação.
Não é segredo que esse escritor é germanófilo de carteirinha.



Napoleão Bonaparte cruza o Rio Elba na Batalha de Dresden
De Józef Brodowski der Ältere, pintor polaco
Pintura de 31 de dezembro de 1894

Tem um detalhe muito interessante na linhagem Albertina, que é:
O último Rei da Saxônia foi Frederico Augusto III, Prinz Friedrich August Johann Ludwig Karl Gustav Gregor Philipp von Sachsen, e ele era filho de uma Princesa do nosso querido Portugal Avoengo, uma Infanta Portuguesa, uma Princesa de Bragança, Dona Anna Maria Fernanda Leopoldina Micaela Gabriela Rafaela Carlota Antónia Júlia Vitória Praxedes Francisca de Assis Gonzaga, filha de Dona Maria da Gloria,  a filha de Dom Pedro II, e de Dona Leopoldina, a Grande, nascida no Brasil, portanto  Princesa Imperial do Brasil de 1822—1825, nascida no Brasil, mas, depois, Sua Majestade Fidelíssima a Rainha Dona Maria II, Rainha de Portugal e dos Algarves, e outros Títulos, em especial Princesa de Saxe-Coburgo-Gota por seu casamento com Dom Fernando II, Rei jure uxoris de Portugal, nascido Fernando Augusto Francisco António de Saxe-Coburgo-Gota-Koháry, irmão de Leopoldo I, Rei dos Belgas de 21 de julho de 1831 até 10 de dezembro de 1865.
O pai de Frederico Augusto III foi o Rei Georges I de Saxe, ou seja, Friedrich August Georg Wilhelm Ludwig Maximilian Karl Maria Nepomuk Batista Xaver Cyriacus Romanus von Sachsen, Rei da Saxônia, de 9 de junho de 1902 - 15 de outubro de 1904.


Maria II de Portugal.
Daguerreotipo de autor desconhecido

Frederico Augusto III, isso segundo Louise-Antoinette de Habsbourg-Toscana, sua primeira mulher e mãe de seus filhos que fugiu com André Giron, o professor deles, para Suíça e teve seu casamento anulado em 11 de fevereiro de 1903, era “homem bonito, grande e bem construído”, mesmo assim ele o trocou. Vá entender as razões femininas.
Já um certo Clérigo Klein o descreve “como um homem e Rei é respeitável, além de discreto e simpático. Religioso, com boa moral, simples, direto, franco, ele é um pai exemplar que quer e se esforça para dar a todos o melhor de si. Ele está no mais alto grau popularidade”.





Frederico Augusto III,
Rei da Saxônia
Um luso descendente.

Além do que, como bom luso descendente, era piadista:
Ele de pé numa estação de trem foi interpelado por uma senhora do porque não havia ainda removido a bagagem dela, e respondeu:
"Madam, I am not a porter; I only look like one”
T.L.: “ Madame. Eu não sou um porteiro. Eu olho [tudo] como um”.

“Quando a República Alemã foi proclamada em 1918, ele foi perguntado, por telefone, se iria abdicar voluntariamente, ao que respondeu:
"Oh, well, I suppose I'd better."
T.L.: “Oh, bem, eu acho que é melhor! ”
Depois da abdicação, os revolucionários, que queriam a anexação da Saxônia a nova republica alemã, vieram até ele para pedir conselhos sobre a transição, espantado ele respondeu:
"Do everything yourself!"
T.L.: “ Façam tudo vocês mesmos”.
Ora, essa, ele tinha razão.
Eles pariram o novo regime, que o embalassem.
Mais voltemos a ex-Rainha.
A Realeza não perdoa certos comportamentos, e foi o caso de Louise Antoinette Habsburgo-Toscana, Arquiduquesa da Áustria, da Casa de Habsburgo, filha de Fernando IV, soberano Grão-Duque da Toscana de 1824 a 1859 (antes de sua conexão com o novo Reino da Itália), e de Alice di Borbone-Parma, Principessa dei Borbone di Parma, tanto que o Imperador Francisco José I, da Áustria-Hungria, Chefe da Casa, a despojou de seus títulos e de suas dignidades imperiais.
Ela havia abandonado a André Giron e se casado em Londres com o músico italiano Enrico Toselli, com quem teve dois filhos e de quem, depois de 5 anos, se divorciou.
O pai de Louise Antoinette Habsburgo-Toscana, Fernando IV, como Grão-Duque titular da Toscana, a levou a Condessa de Montignoso, mas ela, também ficou conhecida com o título de ‘Contessa d'Yvette’.
“Louise Antoinette Habsburgo-Toscana, nascida em Salzburg, Áustria, em 2 de setembro de 1870, falecida no dia 23 de março de 1947, com 76 anos, foi viver o resto de seus dias em Bruxelas, Bélgica, onde ela escreve suas memórias, intitulado « Ma vie », Minha Vida “.



Elizabeth II, Rainha do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte e soberano dos reinos da Commonwealth of Nations
(Portanto, Soberana do Canadá, Austrália, Nova Zelândia, Jamaica , Barbados , Bahamas , Granada , Papua Nova Guiné , Ilhas Salomão , Tuvalu , Santa Lúcia , São Vicente e Granadinas , Belize , Antígua e Barbuda e São Cristóvão e Nevis).

Das Haus Sachsen-Coburg und Gotha - a Casa de Saxe-Coburgo-Gota, é conhecida por mais de 1000 anos em linha direta, o exemplo desse fato são Sua Majestade Elisabeth II, da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, etc., e Sua Majestade Philippe, Rei dos Belgas, desde 21 de julho de 2013.




O Rei Philippe e a Rainha Mathilde
Dos Belgas



Continua....