segunda-feira, 9 de março de 2015

137 – Conversa- a Nobreza Russa - Российское дворянство


Brasão da Família Stroganov

137 – Conversa- a Nobreza Russa - Российское дворянство


1-      Significado de Principado - s.m. Dignidade de príncipe.
Território cujo governo pertence a um príncipe ou a uma princesa.
Teologia Terceiro coro dos anjos.
Portanto, um Principado é um território governado por um príncipe, um Estado soberano e independente, autossuficiente, com vassalagem para outro Estado, ou receber vassalagem de outros Estados.
O Principado, também, pode ser só um senhorio, ou seja, terras, ligado ao título de Príncipe, cuja a Titularidade pode ser Grão-Duque, Arquiduque, Duque, etc..
2-      Significado de Príncipe - s.m. Filho de Rei ou de Rainha. Do lat. Princeps.
Membro de uma família reinante. Chefe reinante de um principado.
Título de nobreza em alguns países.
O primeiro em mérito, em talento.
Princeps vem do Latim "principis", "princeps", que significa "o primeiro", Augusto, Gaius Iulius Caesar Octavianus Augustus, usava o título de "princeps inter pares" o primeiro entre os pares ou cidadãos.
“Na história da Rússia, o termo "Principado", e por vezes, Ducado, é usado o termo knyazhestvo, Княжество, isso é, um território governado por um knyaz (Príncipe)”, e eles surgiram no século IX e início do século X.
Vamos, aos fatos.
 Os eslavos dominavam parte do território da atual Rússia- nordeste Rússia-  e os Vikings, povo Os varegues ou varangianos, vindos da Escandinávia dominavam o comercio local.
A bagunça era generalizada entre os eslavos, e eles pediram a liderança dos varegues, os irmãos Rurik, Sineus e Truvor, ou Рюрик, Синеус и Трувор, que colocassem ordem na casa.
a-      Rurik tornou-se o Príncipe de Novgorod;
b-      Sineus foi governar Belozersk, Белозерск;
c-       Ruvor foi governar Krivichi em Izborsk, Кривичи в Изборске.
Dois anos mais tarde Sineus e Truvor morreram, e Rurik anexou seus territórios e se tornou o único governante, com capital em Novgorod.



O convite para a Varangianos.
Rurik e seus irmãos chegam em Staraya Ladoga.


Assim surgiu o Principado de Novgorod em 862, e ele o governou até 879 d.C., portanto século IX.
Sua família passou para a História como a Dinastia Ruríquida, Рюриковичи, e foram governantes do Velho Estado Russo (Rus)
Não se sabe ao certo quantas esposas e quantos filhos Rurik teve, mas ele era pagão e a poligamia (Sistema em que um homem tem mais de uma esposa ao mesmo tempo) era permitida entre eles, porem a Crônica Primeira nos informa apenas um filho - Igor - com Efanda, a Norueguesa. Eu creio que só ela é citada porque era de origem nobre, mas não há muitos esclarecimentos históricos sobre essa esposa de Rurik.
Quando Rurik morreu, Igor Rurikovich, seu filho e herdeiro tinha apenas 1 ano de idade.
O tutor, ou guardião, nomeado foi Oleg, o Profeta, Олег Пророк, depois Oleg de Novgorod, Олег Вещий, que se fez Príncipe de Novgorod em 879, que em 882 capturou Kiev, e se tornou Grão-Duque, mudando a Capital para esse local, que governou até 912, e foi sucedido pelo seu pupilo Igor Rurikovich, filho de Rurik e de Efanda, a norueguesa.
Historicamente Oleg, o Profeta, Олег Пророк, depois Oleg de Novgorod, Олег Вещий, Príncipe de Novgorod, Grão-Duque de Kiev, é considerado como o fundador do Velho Estado Russo, o Rus' de Kiev, ou Principado de Kiev.
Rurik é o Pai ou Fundador da Dinastia dos Ruríquidas, Рюриковичи, que governou a Rússia até 17 janeiro de 1598 com Fyodor I Ivanovich, Фёдор I Иванович, czar da Rússia de 1584 até 1598, filho de Ivan IV, o Terrível, Anastasia Romanovna.
Começo dos Ruríquidas ou Dinastia Rurikovitch:





I-                    Igor Rurikovich, filho de Rurik e de Efanda, a norueguesa, foi Grão-Duque de Kiev, que foi sucedido por sua mãe:
II-                  Olga, Santa Olga, Ольга (княгиня Киевская), chamada de Apóstolo dos Russos, que foi Grã- Duquesa de Kiev, Consorte e Regente, que foi sucedida;
III-                Svyatoslav I Igorevitch, o Bravo, Príncipe Guerreiro de Kiev, Воин принц Киева, filho dos precedentes, que foi Grão-Duque de Kiev (em russo é titulado como Grão-Príncipe de Kiev) e Príncipe de Novgorod, que foi sucedido por:
Nota: Na História da Rússia a partir do próximo Soberano, eles são Titulados como Grão-Príncipes de Kiev e não mais Grão-Duques de Kiev, o que continua na Historia Europeia ou Ocidental.
IV-               Jarolpok I, Yaropolk I Svyatoslavich, Яропо́лк Святосла́вич, Grão-Duque de Kiev (em russo é titulado como Grão-Príncipe de Kiev), Príncipe de Novgorod, filho do precedente, que foi sucedido por seu irmão:
V-                 Vladimir Svyatoslavich, “O Sol Vermelho”, ou Vladimir I, o Grande, Владимир Святославич, Príncipe de Novgorod, Grão-Duque de Kiev, governador do Rus 'de Kiev, pois consolidou a Soberania de Kiev. Convertido ao cristianismo em 988, São Vladimir de Kiev, ou Vladimir Batista (na história da Igreja Russa), celebrado a 15 de julho, pelo calendário juliano, foi considerado um Grande Soberano e responsável por milagres quando da formação da Rússia, tanto que foi canonizado. Foi sucedido por:
VI-               Vysheslav Vladimirovich, Вышеслав новгородский князь, foi Príncipe de Novgorod, o filho mais velho do precedente, foi sucedido por seu irmão:
VII-             Yaroslav, o Sábio, Yaroslav Vladimirovich, Ярослав Владимирович Мудрый, em português, também, Jaroslau I, o Sábio, que foi Príncipe de Rostov, Príncipe de Novgorod, Grão-Príncipe de Kiev, e aqui começa a verdadeira ramificação da Dinastia Ruríquidas ou Dinastia Rurikovitch, associada a fragmentação feudal dos dois principais Principados, das conquistas de novos territórios, e, consequentemente a formação de Ramos Dinásticos ou Dinastias locais.


Yaroslav, o Sábio, ou Jaroslau I, o Sábio, teve os seguintes filhos homens (aqui não falo das filhas mulheres, já que elas não receberam Principados na Rússia):
a-      Vladimir Yarovlavich (nome de batismo não é conhecido) Владимир Ярославич (князь новгородский), foi Príncipe de Novgorod;
b-      Izjaslav Yarovlavich, no batismo Dimitry ou Demetrius, foi Príncipe de Turov, Príncipe de Novgorod, Grão-Príncipe de Kiev;
c-       Svyatoslav Yarovlavich, no batismo Nicholas, foi Príncipe de Chernigov, Grão-Príncipe de Kiev;
d-      Vsevolod Yarovlavich, no batismo de Andrew, Все́волод Яросла́вич (в крещении Андре́й), foi Príncipe de Pereyaslav, Príncipe de Chernigov, Grão-Príncipe de Kiev;
e-      Vyacheslav Yarovlavich, Вячеслав Ярославич, foi Príncipe de Smolensk, Князь смоленский;
f-       Igor Yarovlavich (nome de batismo não é conhecido), Князь волынский, Князь смоленский, foi Príncipe de Volyn, Príncipe de Smolensk.

Destaco os surgimentos dos Principados de Turov, de Chernigov, de Pereyaslav, de Príncipe de Volyn, de Príncipe de Smolensk, que com o tempo foi desmembrado em outros Principados até chegarmos ao Grão-Ducado de Vladimir, ou Grão-Príncipes Vladimir.
Yaroslav, o Sábio, enviou seu filho Vsevolod Yarovlavich, no batismo de Andrew, Все́волод Яросла́вич (в крещении Андре́й), já qualificado acima, um dos homens mais cultos de sua época, falava 5 línguas, com as funções de um Vice-Rei a lá inglesa do século XIX a Cidade de Rostov, juntamente com outras cidades do Nordeste Rússia.
Vsevolod Yarovlavich casou em primeiras núpcias com Monomahinya, Мономахиня, Constantino IX Monomakh, Константин IX Мономах, Imperador de Bizâncio, e tiveram um filho e uma filha.
O nome do filho era Vladimir Monomakh II, Владимир Всеволодович Мономах, Príncipe de Smolensk, de Chernigov, de Pereyaslav, Grão-Príncipe de Kiev, estadista, líder militar, escritor, pensador. O apelidado Monomakh lhe foi dado por causa do nome da Dinastia de sua mãe, Monomakh.
Vladimir Monomakh II de sua segunda esposa, Euphemia, a grega, um filho chamado Yuri Dolgoruky, Юрий Владимирович Долгорукий, Príncipe de Rostov-Suzdal e Grão-Príncipe de Kiev, o sexto filho de Vladimir Monomakh. Tradicionalmente considerado o fundador de Moscou.
Em 1125, o Príncipe Yuri Dolgoruky, cuja a Capital era a Cidade avoenga de Rostov, mudou sua Corte para a Cidade de Suzdal, e seu sucessor e filho, Andrew Bogolyubskii, em 1157, para a Cidade de Vladimir, cujo fundador foi Vladimir Svyatoslavich, “O Sol Vermelho”, ou Vladimir I, o Grande, Владимир Святославич, Príncipe de Novgorod, Grão-Duque de Kiev, governador do Rus 'de Kiev, pois consolidou a Soberania de Kiev. Convertido ao cristianismo em 988, São Vladimir de Kiev, ou Vladimir Batista (na história da Igreja Russa).
O Príncipe Andrey Bogolyubsky, Andrei, ou André Yuryevich ,  Андрей Юрьевич, ou simplesmente  André I, cujos antepassados foram:




Foi canonizado pela Igreja Ortodoxa Russa em 1702, quando suas relíquias foram encontradas e colocadas em um relicário de prata na Catedral da Assunção de Vladimir. É comemorado em 4 de julho (o dia 17 de julho para o calendário gregoriano). Nesse mesmo dia em 1918, na Cidade de Yekaterinburg, os bolcheviques assassinaram o Czar Nicolau II, sua família e servos.
Após a morte de seu pai (1157) foi elevado a condição de Grão- Duque de Vladimir, Rostov e Suzdal, ou Príncipe dessas Localidades, apesar de ter tomado o Grande- Principado de Kiev, o fato mais importante é que ele se tornou o Grão-Duque Vladimir, ou o Grande Príncipe Vladimir - Принц (великий князь) Владимир, tradução Livre: Príncipe (Grão-Duque) Vladimir, conforme a velha História da Rússia.  
Foi sucedido por seu sobrinho, Yaropolk Rostislavich, Ярополк Ростиславич, filho de Rostislav Yuryevich, Príncipe de Novgorod, Príncipe de Pereyaslav, сын Ростислава Юрьевича, князь Новгорода, Принц Переяслав.
Chamo atenção que o Grão-Ducado Vladimir era o principal Estado do Velho Estado Russo, mesmo depois da Invasão Mongol/Tártara, que nessa conversa não vem ao caso.
Michael de Kiev, Príncipe de Tver, de 1286 até 1318, Grão-Duque Vladimir, de 1305 até 1318, assumiu o Título de Grão-Príncipe de Toda a Rússia, великий князь всея Руси, consagrado em sua correspondência com o Patriarca de Constantinopla, Patriarca Niphon I,  Патриарх Нифонт I, trocada por volta de 1313.
Com isso, temos o Grão-Príncipe de Toda a Rússia, que será mudado para Imperador de todas as Rússias, séculos depois.
Príncipe de Moscou:
Daniel Alexandrovich de Moscou, Даниил Александрович, São Daniel de Moscou, filho de São Alexander Nevsky, Александр Ярославич Невский (Herói Nacional Russo até hoje, comemorado em 23 de novembro e 30 de agosto, Grão-Duque Vladimir, Grão-Príncipe de Kiev, Príncipe de Novgorod, o ultimo elevado pelo Khan Batu, da Horda de Ouro,a invasão Mongol/Tártara)e de sua segunda esposa, a Grã-Duquesa Bassa, aos dois anos de idade recebeu do pai o Principado de Moscou ( 1263 – 1303).
Contudo sob o reinado de Dmitry Donskoy, Дмитрий Иванович Донской, Príncipe de Moscou e Grão-Duque Vladimir, Moscou se tornou o centro das decisões da Terra russa, reinado esse de 1359 até 1389.
Por vontade de Dmitry Donskoy os Principados de Vladimir e Moscou se tornaram inseparáveis
Assim seu filho, Vasily I Dmitrievitch, tornou-se Grão-Príncipe de Moscou e Vladimir, transformado em Grão-Ducado de Moscou, para liderar o processo de unificação das terras russas em um único estado.
Essa ‘formula’, Grão-duque de Moscou, durou de 1389 até 1547, quando Ivan, o Terrível, Ivan IV Vasilyevich, Иван IV Васильевич, passou a usar o Título de "czar de todas as Rússias”.

Brasão de Armas dos Romanov.
  
Ivan, o Terrível, casou com Anastasia Romanovna Zakharine, Анастасия Романовна Захарьина, em 3 fevereiro 1547 na Catedral da Anunciação, e seu filho Fédor I Ivanovitch, foi o primeiro com sangue Romanov a sentar no Trono dos Czares da Rússia, e olha que eles eram simples Boiardos, que levavam o nome de Roman Zakharine, classe da qual falaremos mais tarde.
Romanov foi adotado pelo irmão da Czarina Anastasia Romanovna Zakharine, o Patriarca Filaret (Fyodor Nikitich Romanov), ou só Nikita, em homenagem ao avô de ambos, Roman, e foi o filho dele, o Patriarca, de nome Mikhail Fedorovych Romanov, Михаи́л Фёдорович Рома́нов, primeiro czar russo da Dinastia dos Romanov, eleito pelo Zemsky Sobor, assembleia de nobres da Rússia para eleger o Soberano, reunidos na Catedral da Assunção do Kremlin de Moscou.
Michael I, reinou de 21 de fevereiro de 1613 até 23 de julho de 1645, portanto, 32 anos, 5 meses e 2 dias.
Sua esposa, Czarina Evdokia Lukyanovna Streshneva, Евдокия Лукьяновна Стрешнева, le deu sete filhos e três filhas, seis morreram na infância, mas um filho se tornou o Czar Alexei Mikhailovich I, Алексей Михайлович, e ele é o pai de Pedro I, o Grande, Пётр I Алексе́евич, прозванный Великий
Imperial Ordem de São Vladimir
E FOI...
Pedro, o Grande, deu forma a Nobreza Russa, ou Российское дворянство, pois antes dele era um amontoado de pessoas agregadas a Corte de um Príncipe e depois do Czar, ou seja, uma Aristocracia, formada no século XII, sem nenhum Título Nobiliárquico.  
A Velha Nobreza Russa vivia em luta não só com os principais governantes, mas, também, entre si, em uma eterna disputa “pontuada por assassinatos, golpes e editais czaristas (oukases, ou Ordens imperativas, ou decretos autoritários)”, com isso não houve uma evolução normal como “classe social” como aconteceu com a Nobreza Feudal na Europa Ocidental.
Por isso, a História da Nobreza Russa se divide em antes e depois de Pedro, o Grande.
Os atos de Pedro, o Grande, foram tão importantes que regeram, com pouquíssimas alterações, a Nobreza, como classe social, até a Revolução de 1917.
A Nobreza era "o primeiro pilar do Trono" e "uma das ferramentas mais confiáveis ​​do governo".  
Em 1897, a proporção de nobreza no serviço militar é de 52%, entre os funcionários civis do governo de 31%. Em 1914, nas aldeias viviam de 20 a 40% dos nobres dependendo do tamanho delas, e os restantes viviam em cidades.
 Segundo Armorial Geral da Nobreza do Império Russo, ou l'Armorial général de la noblesse de l'Empire russe (o francês era a língua da Nobreza Russa), em 1917, havia cerca de 1 300 000 – um milhão e trezentas mil - pessoas nobreza hereditária, 1% da população.
Foram mortos, condenados a trabalho forçados, empregados de funções pequenas, se esconderam com medo de denúncia, ou se auto exilaram.
Em 10 de novembro de 1917, o Comitê Executivo Central da República Socialista Federativa Soviética da Rússia, Российская Советская Федеративная Социалистическая Республика, anula as Classes Sócias, em especial os privilégios políticos e regalias da Nobreza.
Continua....



Brasão de Armas dos Príncipes Gagarin