quinta-feira, 9 de abril de 2015

159/B - conversa- Guerre d'Italia del XVI secolo - Rei ou Monarca. Segunda Guerra Italiana de 1499 até 1504

159/B - conversa-  Guerre d'Italia del XVI secolo - Rei ou Monarca.
Segunda Guerra Italiana de 1499 até 1504
Luís XII como Duque d’Orleans participou da Primeira Guerra Italiana de 1494-1497, ou a Guerra Italiana de 1494, também conhecida como “la guerre du plâtre”, ou “Guerra di Gesso ", ou “Guerra de Gesso”, e não foi bem tratado por seu primo é Rei de França, Carlos VIII.
O cerco de Novara pelas tropas da Liga de Veneza e seu desfecho é prova do que digo.
Mais, Carlos morre e Luís é o novo Rei de França.
Morreu em 7 de julho 1498, enquanto meditava uma segunda expedição a Itália.
E “a Itália se tornou um campo de batalha durante décadas e, com exceção de Veneza, la Serenissima Repubblica di Venezia, que saiu mais forte do confronto, e “os italianos perderam para sempre. As pessoas foram roubadas de seus pertences e massacrados, as mulheres foram estupradas, campos devastados, fazendas demolidas, as lojas vazias, os barris de vinho perfurados a tiros de mosquete, igrejas profanadas, os animais abatidos, as belas cidades saqueadas, desmontadas e queimadas. Bandas de desertores, a escória da Europa, percorriam o campo. Fome e doenças eram endêmicas como em um fogo de palha”. (Luigi Barzini, Laurea in Lettere, giornalista, deputato antifascista - Partito Liberale Italiano- Libro: Gli italiani, Milano, Mondadori)
Mais, Luís XII aprendeu a lição de como tratar na guerra com os italianos.
Árvore Genealógica de Luís XII.

Charles V, conhecido como "Carlos, o Sábio", Rei de França, casou com Jeanne de Bourbon, filha de Pierre I, Duque de Bourbon, e Isabel de Valois.
I
Luís I d'Orléans - Duque d’ Orléans, Conde de Valois e de Blois, que casou com Valentina Visconti, filha de Gian Galeazzo Visconti, Duque de Milão, Signore di Verona, Crema, Cremona, Bergamo, Bologna, Brescia, Belluno, Pieve di Cadore, Feltre, Pavia, Novara, Como, Lodi, ercelli, Alba, Asti, Pontremoli, Tortona, Alessandria, Valenza, Piacenza, Bobbio, Parma, Reggio Emilia, Vicenza, Perugia, Vigevano, Borgo San Donnino e delle valli del Boite, e de Isabelle de France, filha do Rei de França João II , o Bom, e de Bonne do Luxemburgo.
I
Carlos I d'Orléans – Duque d'Orléans, Conde de Valois e de Blois, Conde d'Asti, Pretendente ao Ducado de Milão, em terceiro casamento se uniu a Marie de Clèves, filha de Adolfo I (IV Adolfo IV de la Marck), Duque de Cleves, e Maria de Borgonha, filha de João sem Medo, Duque de Borgonha.
I
Luís XII, o Pai do Povo, Rei da França de 7 de abril de 1498 até 1 de janeiro de 1515, portanto reinou por 16 anos, 8 meses e 25 dias, Sagrado e Coroado na Catedral de Reims no dia 27 de maio de 1498.

Assim sendo, Luís XII era bisneto de Gian Galeazzo Visconti, Duque de Milão, por sua avó filha desse último, Valentina Visconti, e ele foi a luta pelo Ducado de Milão.
É La seconda guerra italiana de 1499 até 1504, ou a guerra italiana di Luigi XII o la guerra su Napoli, ou Seconde Guerre italienne (1499-1504), parfois appelée guerre italienne de Louis XIII ou de la guerre sur Naples.

Um quadro rápido.

Data
1499 - 1504
Luogo
Pretese dinastiche di Luigi XII sul Ducato di Milano
Pretensões dinásticas de Luís XII sobre o ducado de Milão
Esito
Vittoria francese su Milano,
vittoria spagnola su Napoli e Francia
Vitória francesa sobre Milão,
Vitória espanhola sobre Nápoles e França
Schieramenti
1499:

França
Estado Pontifício
República de Veneza
Cantões suíços

1500:

 Francia - França
Stato Pontificio – Estado Pontifício
 Impero spagnolo
Império Espanhol

1503:
 Francia – França
Stato Pontificio – Estado Pontifício
1499:

Ducado de Milão



1500:

Reino de Nápoles


Império Espanhol sendo
Fernando II de Aragón, llamado «el Católico», Rey de Aragón y Castilla,
de Sicilia, de Valencia, de Mallorca y Cerdeña, de  Nápoles y de Navarra.
Consorte de Isabel I , llamada «la Católica», Reina de Castilla
Comandanti
Comandantes
Duque de Valentinois
Duque de Romagna
O cardeal diácono de Santa Maria Nuova
Capitão General da Igreja.
Gonzalo Fernández de Córdoba y Enríquez de Aguilar -  Gran Capitán.
Grão - Capitão, duque de Santángelo, Terranova, Andría, Montalto y Sessa

Milão é conquistado 02 de setembro de 1499.
Cesar Borgia conquista Pesaro, Imola, Forlì, Faenza, Urbino, Camerino, Imola.
“Em 1502 Leonardo da Vinci foi contratado por Cesar Borgia como arquiteto e engenheiro militar”.
Em 11 de novembro de 1500, Luís XII a assina o Tratado de Granada dividindo o sul da Itália com Fernando, o Católico.
Com o Tratado de Trento, assinado 13 de outubro de 1501 entre Luís de França e Maximiliano da Áustria, quando a " o Imperador e Rei reconheceu as conquistas francesas no norte da Itália”.
Em 1501, na Cidade de Nápoles, os franceses e os espanhóis disputam as terras conquistadas e com a insistência de Fernando, o Católico, em ser reconhecido como Rei de Nápoles e da Sicília trouxe imediatamente a uma guerra entre a França e Espanha.
Mais, o destino dos franceses já estava decidido, pelas:
La Battaglia di Cerignola, duração meia hora, em 28 de Abril de 1503, quando Louis d'Armagnac, Duque de Nemours, Conde de Pardiac e de Guise, e suas topas foram derrotados por Gonzalo Fernández de Córdoba, já qualificado.
Cerignola, provincia di Foggia in Puglia, sul da Itália.
“O combate é importante do ponto de vista tático, já que é o primeiro exemplo de vitória no campo através da utilização de peças de artilharia leve”.
La battaglia del Garigliano fu combattuta il 29 dicembre 1503, ou A batalha do Garigliano foi travada 29 de dezembro de 1503, outra derrota dos Exércitos do Rei de França,mas com soldados italianos, agora comandados por Ludovico II di Saluzzo, da Família de Del Vasto, Marchese di Saluzzo, Marques de Saluzzo, e o Exrecito do Rei de Espanha, também com italianos, foi comandado pelo já conhecido Gran Capitán , auxiliado por  Bartolomeo d'Alviano, detto anche "Liviano”, condottiero mercenario italiano.
Vitoria dos espanhóis/italianos.
Luís foi forçado a abandonar Nápoles e se recolher na Lombardia.
O Tratado de Lyon foi assinado 31 de janeiro 1504 entre Luís XII de França e Fernando II de Aragão.
Sob os termos do tratado, a França cedeu Nápoles a Espanha, que ocupou até 1707.
França e Espanha também definiram o respectivo controle dos territórios italianos: França controlado norte da Itália a partir de Milão e Espanha controlava a partir da Sicília o sul da Itália.
O Tratado de Blois, de 22 de Setembro de 1504, rezava sobre à união proposta entre Carlos de Habsburgo, futuramente Carlos I, Rei de Espanha, e Carlos V, Imperador Sacro, senhor de vários e vários domínios que cercavam o território da França e Claudia da França, filha de Luís XII e de Ana da Bretanha.
Estipulava, também, o Dote que era nada mais, nada menos, que o “Ducado de Milão, Gênova e suas dependências, o Ducado da Bretanha, os Condados de Asti e Blois”, etc. e etc....
Era inaceitável para um Monarca de França, da Dinastia dos Capetos, mesmo sendo de um ramo cadete, o ramo de Valois-Orleans.
Luís XII colocou a cabeça para funcionar e...
Continua...