quarta-feira, 15 de abril de 2015

163 - conversa final - Francisco de Paula, não o Santo, mas o Rei

163 - conversa-  Francisco de Paula, não o Santo, mas o Rei - Rei ou Monarca.

L’escalier monumental du château de Blois.

Luisa di Savoia, una italiana di Casa Savoia, nascida em 11 de setembro de 1476, um ano bissexto do século XV do Calendário Juliano, nasceu no final do terceiro quartel do século XV, e foi “durante os primeiros vinte anos – o primeiro quartel -  do século XV que Il Rinascimento nacque ufficialmente a Firenze, quea Renascença nasce oficialmente em Florença”, portanto a Principessa nasceu muito depois dos primeiros raios de luz da Renaissance.
Luisa di Savoia, una italiana di Casa Savoia, nascida em 11 de setembro de 1476, um ano bissexto do século XV do Calendário Juliano, mas em 1462, portanto 14 anos antes do nascimento da Principessa, a primeira Accademia neoplatonica foi fundada na Villa Medici em Careggi, Florença por Marsilio Ficino, a pedido de Cosimo de Médici, tornado-se “ponto de encontro de artistas, intelectuais e filólogos, espacialmente dos intelectuais bizantinos após a captura de Constantinopla, em 1453. 1476 – 1453 = 23 anos antes do nascimento da Principessa.
“Foram influenciados pelos temas neoplatônicos artistas como Sandro Botticelli, Antonio e Piero del Pollaiuolo , Leonardo da Vinci , Perugino , Luca Signorelli , etc.”.
Luisa di Savoia, una italiana di Casa Savoia, nascida em 11 de setembro de 1476, um ano bissexto do século XV do Calendário Juliano, mas entre 1433 e 1441, Leon Battista Alberti, pseudônimo Leone, pintor, arquiteto, poeta, estudioso, filósofo e homem de letras, uma das figuras artísticas mais versáteis do Renascimento ou Renaissance, lançou seus quatro tomos de “Della Famiglia”, os primeiros em língua vulgar, Lingua volgare in latino vulgus, ou vernáculo, ou seja, “as línguas faladas pelas pessoas derivadas do latim, mas Consideravelmente longe do latim clássico, como italiano , francês , espanhol , português, etc.”, portanto de 1441 ( ano do último a ser publicado) a 1476 foram 35 anos antes do nascimento da Principessa.
Lorenzo di Piero de' Medici, detto Lorenzo il Magnifico foi o responsável pela segundo parte do Rinascimento, do Renascimento ou Renaissance, “fase essa, a partir de cerca de 1450 até sua morte em 1492, caracterizada por grandes realizações intelectuais”, portanto fase que começou 26 anos do nascimento da Principessa e terminou 16 anos depois de seu nascimento de Luisa di Savoia, una italiana di Casa Savoia, nascida em 11 de setembro de 1476.
A terceira fase foi dominada por Girolamo Savonarola, um fanático frade dominicano e, por curto período, governou Florença, numa a ditadura teocrática de 1494 até 1498. Nesse período os artistas, os intelectuais, a Elite e o povo, todos juntos sofreram em suas mãos, escreveu não leu o fogo da fogueira da Inquisição Savonaroliana comia.  
E o Renascimento abandona Florença, cidade que tinha acolhido três gênios da arte, que tanto influenciaram as gerações vindouras: Vinci, Michelangelo e Raphael.   
Entretanto, entre 1450 e 1527, o chamado Alto Renascimento, ou Alto Renascentismo, ou Alta Renascença, estava em Roma, com o Papa Júlio II, um dos maiores Pontífice da Igreja de Cristo de todos os tempos, que encomendou em 1508, a Michelangelo, ou Michelangelo Buonarroti, nato Michelangelo di Lodovico Buonarroti Simoni, a pintura em afrescos do teto da Cappella Sistina, uma construção realizada nos tempos de seu tio, o Papa Sisto IV, e que foi terminado, depois de muita altercação entre o Papa e o Pintor, em1512.
Michelangelo, também, pintou o “extraordinário espetáculo” do Juízo Final, entre 1535 e 1541, já sob o pontificado de Paulo III.
Tudo muito bom, tudo muito bem...mas “a morte de Rafael em 1520 e o saque de Roma de 6 de Maio de 1527 pelo exército Imperial de Carlos V, significaram o fim da Alta Renascença”.
Como a morte de Niccolò di Bernardo dei Machiavelli, o celebre Maquiavel autor da monumental Obra política intitulada “O Príncipe”, Il Principe, de 1532, “considerato un tipico esempio di uomo rinascimentale - considerado um exemplo típico do homem renascentista – em Florença no dia 21 de junho de 1527, também, marca o fim da Alta Renascença.
A continuação do Renascimento foi o “Barroco é o nome dado ao estilo artístico que floresceu entre o final do século XVI e meados do século XVIII, inicialmente na Itália, difundindo-se em seguida pelos países da Europa”.
E durante esse tempo todo, Luisa di Savoia, una italiana di Casa Savoia, que em 1488 se tornou por casamento com o francês Charles de Orleans, Conde de Angoulême, mãe de uma menina e de um menino, orientou a educação deles nos princípios renascentista, humanista por excelência, e quem eram eles:
                                      Marguerite d’Angoulême, a Margarida das Margaridas, (*1492- + 1549), que casou com Henrique II d’Albret, Rei de Navarra, que se tornou mãe de Joana III d’Albret, Rainha de Navarra, e a avó de Henrique IV, o Grande, Rei da França e de Navarra;
         François Ier, par la grâce de Dieu, Roi de France, e o nosso atual herói.

Sua Sagração e Coroação foi no dia 25 de janeiro de 1515, na Cathédrale Notre-Dame de Reims, local tradicional das Unções dos Soberanos pelos Óleo Santos, guardado na Sainte Ampoule, pelos Arcebispos de Reims, desde Henrique I em 1027.

                                   
                       
 François de Paule

“François était le mécène, le protecteur des Lettres, le Père et Restaurateur des Lettres, un homme comme Machiavel, “un tipico esempio di uomo rinascimentale”, un exemple typique de l'homme de la Renaissance”.
 T.L.: Francisco foi mecenas, o protetor das Letras, o Pai e Restaurador das Letras, um homem como Maquiavel, “um típico de homem da Renascença”, um exemplo típico de homem da Renascença.
Esse gigante, metade francês, metade italiano, corpulento, com um grande nariz, tanto que foi cognominado de François au Grand Nez, Francisco do Nariz Grande, foi um Soberano extraordinário, até em suas guerras contra seu arquirrival, mas depois sogro, Carlos V do Sacro Império e da Espanha, agiu com tanto cavalheirismo que foi chamado de Roi-Chevalier, o Rei-Cavaleiro, mas sua descendência deixou a desejar.
Seu filho Henrique II não chegou a ser como Soberano nem a metade do que Francisco I foi.
A mulher de Henrique II, Caterina Maria Romula di Lorenzo de' Medici, filha póstuma de Lourenço II de Médici, governante de Florença e Duque de Urbino, e de Madalena de La-Tour de Auvérnia, sobrinha do Papa Leão X, nascido Giovanni di Lorenzo de Medici.
Catarina de Médici que foi Delfina, Rainha-consorte, Rainha Viúva, Regente, Rainha-mãe, dignificou a Coroa de sua pátria de adoção, pois sempre que pode a governou a França com as melhores das intenções e sempre em defesa de seus interesses.
Os netos de Francisco I foram pífios com homens e como soberanos, são eles:
Francisco II de França (19 de janeiro de 1544 - 5 de dezembro de 1560). Que casou com Maria Stuart, Rainha da Escócia, em 1558;
Carlos IX de França (27 de junho de 1550 - 30 de maio de 1574). Que casou com Isabel da Áustria em 1570.
Henrique III de França (19 de setembro de 1551 - 2 de agosto de 1589). Que casou com Luísa de Lorena em 1575.
Uma de suas netas, Marguerite de Valois, a celebre Rainha Margot, Filha de France, Duquesa de Lauragais, que casou com Henrique IV, O Grande, Rei da França, vindo a tornar-se, portanto, Rainha da França, por 10 anos, 4 meses e 15 dias. Acontece que o Papa Clemente VIII declarou por Bula o cancelamento em 24 de Outubro de 1599, mas ela manteve o título de Rainha. Margarida faleceu em 27 de março de 1615, com 61 anos, em Paris, sobreviveu assim a seu marido, Henrique IV, que foi assassinado em Paris, no dia 14 de maio de 1610, por cinco anos.


La reine Marguerite par Rubens au sacre de Marie de Médicis (vers 1622-1625).

Aos 52 anos, em 31 de março 1547, Francisco morreu no Château de Rambouillet, " se plaindre du poids d'une couronne qu'il avait d'abord perçu comme un don de Dieu " – “reclamando do peso de uma coroa que tinha visto pela primeira vez como um dom de Deus ".
O Rei morreu de septicemia, também conhecida como sepsis, é uma infecção generalizada grave que se espalha por todo o corpo, causando sintomas como febre e respiração rápida, podendo colocar em risco a vida do paciente em poucas horas.  Geralmente, a septicemia é a consequência de uma infecção localizada nos pulmões, trato urinário ou abdômen, que consegue se espalhar para o sangue e, por isso, é comum que a septicemia surja como complicação de uma pneumonia ou apendicite, por exemplo. 
Enterrado com sua primeira esposa, Claude, Duquesa da Bretanha, na Basílica de Saint Denis.
Túmulo de Francisco, de sua esposa, de sua mãe, Luisa di Savoia, una italiana di Casa Savoia, na França era Louise de Savoie, Duchesse d'Angoulême, bem como de todos os Reis e membros da Família Real de França, foram profanados em 20 de outubro de 1793, durante o período do Terror, no auge da Revolução Francesa.
Francisco foi um grande Rei.


François Ier, Charles Quint et le cardinal Farnèse à Paris en 1540
fresque de Taddeo Zuccaro
Palazzo Farnese, La Villa Farnèse, ou, le Palais Farnese de Caprarola

Na cidade de Caprarola, Província de Viterbo, Norte do Lazio

FIM.