terça-feira, 28 de abril de 2015

173- Ainda Ricardo Plantageneta de York- conversa – “A GUERRA DAS ROSAS” - D

173- Ainda Ricardo Plantageneta de York- conversa – “A GUERRA DAS ROSAS” - D


Richard Neville, 16th Earl of Warwick - "Warwick the Kingmaker"
“O Fazedor de Reis”


Continuação:

Ricardo Plantageneta de York entrou numa fria e...

... se retirou para o seu Castelo de Ludlow, em Ludlow, “um reduto de primordial importância durante a Guerra das Rosas”.
De lá protestou inocência, voltou a Londres, sofreu prisão domiciliar e foi obrigado a prestar vassalagem, ou fidelidade, ao Rei Henrique VI na Catedral de São Paulo.
A Rainha aborta, mas uma linha para sucessão é criada com o casamento de Margaret Beaufort, filha única de João ou John Beaufort, primeiro Duque de Somerset, e de Margaret Beauchamp, com Edmundo Tudor, filho de Catarina de Valois, Rainha-mãe sem nenhum poder, e de Owen Tudor, um nobre de Gales.
Mais, porque isso?
Ora, Catarina de Valois, filha de Carlos VI, o Louco, Rei de França, e de Isabel da Baviera, casou com Henrique V, Rei da Inglaterra, na Cathédrale Saint-Pierre-et-Saint-Paul de Troyes, França, em 2 de Junho de 1420, Coroada Rainha da Inglaterra, na Abadia de Westminster, em 23 de fevereiro 1421, e se tornaram pais do Rei Henrique VI, que nasceu em 06 de dezembro de 1421, no Castelo de Windsor, em Berkshire.
Henrique V morreu em 01 de setembro de 1422.
Henrique VI era assim Rei da Inglaterra com a idade de nove meses, e depois de algumas semanas, no dia 21 de outubro de 1422, ele se tornou Rei titular da França com a morte de seu avô Charles VI e de acordo com o Tratado de Troyes de 1420.
Os Lordes ingleses não tinham confiança em sua Rainha de 20 anos e nomearam um Conselho de Regência, com Humphrey, Duque de Gloucester, nomeado Protetor e Defensor do Reino.
A Rainha-viúva buscou consolo com seu Mordomo, Sir Owen Tudor - Owain ap Maredudd ap Tewdwr - um nobre galês, que foi decapitado ao final da Batalha de Mortimer’s Cross em 1461, e juntos geraram:
1-      Tomás Tudor (1429-1501), tornou-se monge;
2-      Edmundo Tudor, Conde de Richmond (1430-1456), casou com Margarida Beaufort, pais de Henrique Tudor, futuro Rei de Inglaterra.
                 Contudo Edmundo morreu de peste em Carmarthen pouco antes do nascimento de seu filho;
3-      Eduardo Tudor, terceiro filho, mas muito pouco se sabe sobre a vida desta criança;
4-      Jasper Tudor, 1º Conde de Pembroke e 1º Duque de Bedford (1431 - 21/26 dezembro 1495). Ele se casou com Catherine Woodville;
5-      Margarida Tudor, supostamente morreu jovem ou tornou-se freira;
6-      Uma criança totalmente ignorada.
Portanto, Edmundo Tudor, Conde de Richmond, era meio-irmão do Rei, irmão uterino, filho de uma Rainha e neto de Reis de França, e a noiva Margaret Beaufort, filha única de Margaret Beauchamp, bisneta do Rei Eduardo III através de seu terceiro filho sobrevivente, John of Gaunt, Duque de Lancaster, o que fortalecia assim o partido de Lancaster.
Ricardo Plantageneta de York e seus pouquíssimos aliados ficaram preocupados.
Após a notícia da derrota das tropas inglesas, chefiadas por John Talbot, 1º Conde de Shrewsbury e Waterford, um general de mais de 70 anos, na Batalha de Castillon, em 17 de julho de 1453, perto de Castillon-la-Bataille, Gasconha, a última da Guerra dos Cem anos, uma vitória decisiva para os franceses, Henrique pirou de vez.
John Talbot, 1º Conde de Shrewsbury e Waterford, um general de mais de 70 anos, caiu do cavalo e morreu com uma machadada na cabeça.
Chamo atenção que depois de la-Bataille de Castillon, os franceses tomaram todas as cidades da Aquitânia, que pertencia ao Rei da Inglaterra desde os tempos de Leonor da Aquitânia, mãe de Ricardo Coração de Leão.

Uma nova solução mágica, daqueles que nunca dão certo:

Os Conselheiros do Rei, contra a vontade dos partidários da Rainha e de Somerset, elegeram Ricardo Plantageneta de York, em 27 de março de 1454, Protetor do Reino e membro do Grande Conselho.
E ele nomeou Richard Neville, Conde de Salisbury, o novo Chanceler.
Essa família Neville era danadinha queria dar na bocada sempre...

Essa nomeação provocou a rixa Percy-Neville, ou seja, a disputa entre as famílias de Percy- chefiados por Henry Percy, segundo Conde de Northumberland - e de Neville - Richard Neville, Conde de Salisbury-  e o Rei, ou alguém da Casa de Lancaster por ele, abraçou a causa dos Percy, fazendo com que “o maior partido dos nobres descontentes que havia crescido muito como reação a seu governo e desmandos de seus favoritos, abraçassem a causa de Ricardo, 3º Duque de York, Herdeiro Presuntivo da Coroa da Inglaterra. Eles passaram a apoiar totalmente as reivindicações da Casa de York”.

A “aparentemente’ recuperação mental do Rei, foi uma desgraça para a Inglaterra”, pois Ricardo foi destituído de seu posto de Lord Protetor, e Richard Neville, Conde de Salisbury, o novo Chanceler, renunciou, desagradando assim grande parte da nobreza, e aumentando a ira dos cobiçosos.
Para desgostar mais ainda a gregos e troianos, O Rei, ou a Rainha, reabilitaram ao Duque de Somerset, que além de voltar a sua posição de cortesão, recebeu os cargos que eram de Ricardo Plantageneta de York, mais a Capitania de Calais.

Duque de Somerset, se sentido o tal, o rei da cocada preta – como diria o Genésio: “the king of black cocada”-   ameaçou a Ricardo, além é claro, de ameaçar, também, a Richard Neville, Conde de Salisbury, filho do outro Richard Neville, o poderosíssimo 16.º Conde de Warwick, Warwick the Kingmaker, o homem mais influente do Reino, querendo eles ou não.

 A Guerra:

Ricardo Plantageneta de York e o Conde de Warwick formaram um exército - homens das fronteiras de Gales e da Escócia, acostumados a luta braba – e o estacionaram no sul de Leicester onde o Grande Conselho do Rei estava reunido.
A “coisa” ia ser resolvida pelas armas.

De um lado os Lancaster:

Henrique VI, preso, Edmund Beaufort, Duque de Somerset, que morreu nela, Humphrey Stafford, Duque de Buckingham, ferido, Henry Percy, Conde de Northumberland, que morreu nela, Thomas Courtenay, Conde de Devon, ferido e preso, e Clifford Thomas, Lord Clifford, que morreu nela. Henry Beaufort Conde de Dorset, filho do Duque de Somerset, foi ferido.

Do outro os York:

O Duque de York, o Conde de Warwick e o Conde de Salisbury.

Local: O confronto se dá em St Albans, em Hertfordshire, a 35 km ao norte de Londres, e entra para a História como “A primeira batalha de St Albans”, onde “somente 50 homens foram mortos entre eles os nobres”.
Foi travada em 22 de maio de 1455 e tradicionalmente marca o início das Guerras das Rosas.

Resultado:
Vitoria dos York, com o Rei preso, e Ricardo Plantageneta de York, reconduzido a seus cargos de Lord Protetor e membro do Conselho e meses depois um novo Parlamento foi eleito.

Destino de Henrique VI, o Rei Louco:
Os vencedores não quiseram matar o Rei Henrique VI, o Louco, pois ele tinha reconhecido ao filho da Rainha Margarida de Anjou, Eduardo de Westminster, de dois anos de idade, como Herdeiro e o elevado a Príncipe de Gales, o que daria a ela uma grande força política se fosse transformada em Rainha- mãe, podendo até ser nomeada Regente da Inglaterra.
Tudo mesmo isso, pensaram os nobres senhores, até porque Ricardo ainda não contava com grande apoio da nobreza e do povão para ser coroado o novo Rei.

Um Cortejo Real foi organizado para dar satisfação ao povão:

Na vanguarda Richard Neville, o poderosíssimo 16.º Conde de Warwick, Warwick the Kingmaker, portando a Espada Real, uma das regalias.
O Rei tendo a direita o Duque de York.
O Rei tendo a esquerda Conde de Salisbury.
Atrás os nobres que apoiaram os York, após os prisioneiros, na retaguarda o exército dos de York/ de Warwick e Salisbury.
Foi imponente.

Consequência:

Os afastados são reintroduzidos em seus cargos.
Com Ricardo Plantageneta de York auto nomeado Condestável da Inglaterra, e o 16.º Conde de Warwick Capitão de Calais.


The Duke crown

“Em 25 de maio, Henry recebeu a coroa do Ducado de York, em uma exibição claramente simbólica de Poder”.  “A posição de York foi reforçada quando alguns nobres passaram a apoia-lo e a seu governo.”
O Rei foi preso no Hertford Castle, onde ele passou grande parte de sua infância, um castelo normando situado as margens do River (rio) Lea, em Hertford, Condado de Hertfordshire, não saindo nem para a Cerimônia de inauguração do novo Parlamento, onde e quando o Trono ficou vazio, e York comunicou aos membros que o Soberano continuava enfermo.
O Rei Henrique VI parecia que estava satisfeito com o governo dos partidários da Casa de York, mas o Capeta é sujo....
 Continua....





Warwick's coat of arms as Knight of the Garter

Brasão de Ricardo Neville, 16.º Conde de Warwick
Como cavaleiro da Ordem da Jarreteira